Início Site

ORIZONA: Do privado ao público

0

A grande conquista e o fortalecimento da saúde para a população Orizonense.

Hoje, 24 de março de 2024, a gestão do prefeito Felipe Dias e o Hospital Municipal São Pio X comemoraram seu 1º ano dessa grande conquista.

Sobre a data o prefeito de Orizona, Felipe Dias, disse: “hoje, a nossa cidade de Orizona comemora um marco histórico no avanço da saúde pública.

Orizona merece isso e muito mais, sabemos que tem muita coisa para melhorar e a cada dia estamos aprimorando e buscando recursos para ofertar o melhor para a nossa população.

Essa conquista é resultado de um esforço conjunto de pessoas que trabalham em prol da saúde do nosso povo e pensam no futuro da nossa querida cidade de Orizona. O  1º aniversário em regime público do nosso hospital é muito mais do que um marco na vida de cada cidadão, é mais uma página virada para conquista de novos sonhos, novos caminhos, novas realizações e de continuidade para reescrever uma linda história.

Que cada morador da nossa querida cidade de Orizona seja uma coluna de apoio nesta construção diária, com valores sólidos, que ajude preparar as crianças e jovens, neste processo contínuo de transformação. Vamos continuar a semear ações e colher conquistas, buscando no presente e no futuro.

Desejamos que as conquistas de nosso povo sejam sempre crescentes, demonstrando que somos nós que fazemos o amanhã e que nossa perseverança é a luz que ilumina o caminho rumo a uma cidade mais justa e com uma melhor qualidade de vida.

Acreditando em tudo isso e em nossa equipe que vem trabalhando com dedicação, superando as dificuldades e transpondo os obstáculos que surgem diante de nós. Com nosso trabalho diário estamos amadurecendo cada vez mais nossas habilidades. Fica a certeza de que a cada dia estamos buscando acertar e servir melhor.

Orizona merece que lutemos por dias sempre melhores”.

Informações: Prefeitura Municipal de Orizona através do assessor  de comunicação Gilliard Santos.

São Miguel do Passa Quatro comemorou 36 anos com uma programação especial.

0

A festa começou dia 06 de janeiro com a apresentação da dupla Duduca e Dalvan e do DJ Hércules. No dia 8, duas grandes atrações, Banda Brizza e DJ K. Além dos Shows, também teve torneios de futebol, truco, realização da Marcha para Jesus, café da manhã especial no dia 9 que foi servido para a população, rua de lazer para as crianças, apresentações dos alunos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e entrega de mudas de plantas.

Veja a reportagem com Ygor Meireles:

Coroado novo Príncipe da Irmandade dos “Congos” em Pires do Rio

0

Neste domingo, 05 de novembro, foi celebrada pelo Frei Renildo Cirineu da Silva, a “Missa do Reinado” na Matriz Sagrado Coração de Jesus em Pires do Rio, com a coroação e consagração do novo príncipe da irmandade Nossa Senhora do Rosário, São Benedito e Santa Efigênia. Autoridades, fiéis e vários “Ternos de Congos”, participaram desse ritual hierárquico

O novo Príncipe da Irmandade é Marco Tulio Dek Sousa Nascimento, 35 anos de idade, historiador e professor em Minas Gerais, ativista do movimento negro e doutorando em educação pela Universidade de Uberaba, escritor e autor do livro Lenda de Monstros.

Rei perpétuo da Coroa de Santa Efigênia na Irmandade de Araguari, Marco Tulio, agora é príncipe da Irmandade Nossa Senhora do Rosário, São Benedito e Santa Efigênia de Pires do Rio.

Veja detalhes na reportagem de Washington Luiz e Cauã Tayson:

1ª Mostra de Arte e Cultura de Pires do Rio

0

Será realizado do dia 04 a 10 de novembro na cidade de Pires do Rio, em Goiás, a 1ª Mostra de Arte e Cultura, promovida pela Prefeitura em parceria com o Instituto Federal de Goiás e apoio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás, um evento que celebra o 101º aniversário da cidade e promete se tornar tradição.

Durante uma semana, os habitantes de Pires do Rio e visitantes terão a oportunidade de vivenciar uma programação cultural diversificada e enriquecedora. O evento busca estimular a apreciação estética e oferecer acesso gratuito a uma série de atividades, incluindo palestras, workshops, oficinas e minicursos, além de apresentações de teatro, dança, música e shows com artistas locais e renomados.

A Mostra foi construída em três objetivos que visam estreitar os laços entre artistas e comunidades, promovendo não apenas a cultura, mas também o desenvolvimento social. O primeiro inclui a Diversidade Cultural e Interações Artísticas, com oficinas de artes plásticas para crianças, minicursos de dança, teatro, música e artes plásticas nas escolas locais, exposições e concursos literários. O segundo, Inovação e Gestão Cultural, traz debates sobre o fomento da cultura, acesso a editais e a preservação do patrimônio histórico. Já o terceiro, Difusão e Circulação Cultural, apresenta atrações como festivais folclóricos, exposições de arte, espetáculos, shows e uma feira literária.

O evento inicia com os tradicionais festejos folclóricos das Congadas e Congos no fim de semana de 04 e 05 de novembro, seguidos nos dias seguintes da semana por cerca de 17 oficinas e minicursos ministrados por professores de renome de Goiânia, Brasília e Minas Gerais, todos especialistas em suas áreas.

Entre as atrações artísticas, destacam-se os piresinos, Stevan e Santiago, a dupla Zé Ricardo e Thiago, a Banda Scalla, o Concerto Sinfônico de Bandas com a Polícia Militar de Goiás e Nilo Peçanha do Instituto Federal de Goiás, shows de música instrumental e chorinho, espetáculos de dança, peças de teatro e muito mais.

A programação diurna oferecerá oficinas gratuitas em artes plásticas, cerâmica, dança, teatro e diversos instrumentos musicais, proporcionando uma oportunidade única para o desenvolvimento de novos talentos e a promoção da cultura na região.

A Prefeitura e a Secretaria de Cultura de Pires do Rio buscam com esse evento enriquecer a formação e o desenvolvimento dos participantes, independentemente de serem artistas iniciantes, estudantes ou entusiastas da cultura. A diversidade de profissionais, mestres e doutores, bem como grupos artísticos, contribuirá para ampliar os horizontes da expressão criativa e cultural, promovendo um ambiente cultural enriquecedor e inclusivo.

A 1ª Mostra de Arte e Cultura e o 101º aniversário de Pires do Rio representam nesse ano de 2023 um marco importante que busca promovendo a cultura, o aprendizado e o desenvolvimento de talentos, tudo em um mesmo ambiente de festejos e de celebração ao aniversário da cidade com a inclusão social. Esperamos que essa semana cultural possa se tornar uma tradição a cada ano.

Mais informações no Instagram oficial do evento: @mostraculturapiresina


Mega evento no Rancho RM em Urutaí

0

Nesse fim de semana o Rancho RM do empresário Regenilson Martins, estará realizando mais um mega evento em sua sede própria, totalmente coberta, em Urutaí.

O repórter Lucas Pinheiro tem mais informações. Confira:

Operação FALLERE cumpriu mandado do Dr. José dos Reis Pinheiro Lemes

0

PCGO cumpriu mandatos contra grupo que deu golpe e causou prejuízo de R$ 185 mil a idosa.

Essa operação foi realizada em Pires do Rio e as ordens de prisões foram dadas pelo Dr. José dos Reis Pinheiro Lemes, titular da 2ª Vara Judicial da Comarca de Pires do Rio que através da polícia foram apreendidos dois telefones iphones, um 14 pro Max e um Xr, que também conseguiu recuperar R$15.430,00 em espécie e R$25.660,06 através de bloqueio realizado pelo judiciário nas contas dos suspeitos. O delegado do caso é o Dr. Leonardo Dias Pires.

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes (GREF), cumpriu 20 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão contra suspeitos de aplicarem golpe da falsa central telefônica e causarem prejuízo de R$ 185 mil a uma idosa. A operação, denominada Fallere, aconteceu na última quarta-feira (27/09), em três estados brasileiros.

Além dos mandados de prisão e busca e apreensão 280 contas bancárias de possíveis envolvidos foram bloqueadas.

A operação conta com o apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública e das Polícias Civis de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

As ações do Dr. José dos Reis Pinheiro Lemes, titular da 2ª Vara Judicial da Comarca de Pires do Rio e do Dr. Leonardo Dias Pires, delegado do caso foram de extrema importância para o êxito desta etapa da operação FALLERE. 

Dr. Phelip Xavier, participou do 17º Congresso Brasileiro de Clínica Médica

0

O Dr. Phelip Xavier, Médico plantonista do Hospital Municipal de Pires do Rio e médico do ESF 4 do Bairro São João, participou do 17º Congresso Brasileiro de Clínica Médica que reuniu especialistas e acadêmicos em Balneário Camboriú, Santa Catarina, com várias autoridades da área e em especial com o Dr. Antônio Carlos Lopes, uma das maiores autoridades em clínica médica do País.

Da Semiologia ao ChatGPT: evento focou desde a relação médico-paciente para o diagnóstico preciso até o impacto das novas tecnologias na medicina

Distúrbios psíquicos, AVC, doenças crônicas como a diabetes, infecções respiratórias e urinárias, endemias como a obesidade e a busca pelo envelhecimento saudável fazem parte do dia a dia dos consultórios, emergências e hospitais há muito tempo.

Já a relação médico-paciente intermediada por plataformas de planos de saúde e startups, a telemedicina, a ética no Marketing médico e o ChatGPT são temáticas mais recentes que foram indispensáveis ao debate.

Todos esses assuntos foram temas de conferências e mesas redondas do 17º Congresso Brasileiro de Clínica Médica, que aconteceu no Expocentro de Balneário Camboriú, em conjunto com o 7º Congresso Internacional de Medicina de Urgência e Emergência. Cerca de 5 mil especialistas e acadêmicos participaram entre os dias de 27 e 30 de setembro – com 1º dia de programação dedicado exclusivamente a cursos pré-congresso.

O Dr. Carlos Roberto Seára Filho, Presidente do Congresso disse que: “O exercício da Clínica Médica exige a aproximação com o paciente, o olho no olho, o exame físico e o saber ouvir o paciente. Por isso, a comissão organizadora preparou uma programação que teve a semiologia do diagnóstico e o raciocínio clínico e debates sobre o uso ético das novas tecnologias na Medicina”.  

O congresso cumpriu parte importante da missão da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, que há 34 anos atua para valorizar o clínico, fortalecer a medicina humana e congregar os especialistas.

O Professor Dr. Antônio Carlos Lopes, uma das maiores autoridades em Clínica Médica do Brasil, também participou como presidente de honra do congresso.

A participação do Dr. Phelip Xavier, Médico plantonista do Hospital Municipal de Pires do Rio e médico do ESF 4 do Bairro São João foi de extrema importância para a carreia dele e para a saúde pública de Pires do Rio, demonstração de carinho e amor pela profissão, por seus pacientes e da importância de estar sempre buscando se aperfeiçoar. Importante ressaltar que esse investimento, sem exceção, foi realizado pelo próprio médico.

Orizona comemorou 173 com uma festa perfeita!

0

O aniversário de 173 anos de Orizona foi comemorado com shows artísticos, exposição de algumas empresas da região que mostraram seus produtos, sua força e principalmente sua importância na economia.

Teve ainda comercialização de produtos típicos do município e até degustação, cerimônias religiosas, apresentação cívica e a participação do povo que mais uma vez mostrou o quanto Orizona é grande, querida e valoriza suas tradições.

Confira mais detalhes na reportagem de Washington Luiz e Lucas Pinheiro:

Operação Tarja Preta em Pires do Rio

0

Operação Tarja Preta: ex-prefeito de Pires do Rio, outros réus e empresas são condenados pela Justiça por improbidade.

O ex-prefeito de Pires do Rio Luiz Eduardo Pitaluga Cunha, os empresários Edilberto César Borges e Milton Machado Maia e o advogado Tomaz Edilson Filice Chayb foram condenados por atos de improbidade administrativa apurados no âmbito da Operação Tarja Preta. Deflagrada em outubro de 2013, a operação desmontou um esquema de venda fraudada e superfaturada de medicamentos e equipamentos hospitalares e odontológicos para prefeituras goianas.

Pela decisão, os réus tiveram seus direitos políticos suspensos, estão proibidos de contratar com o Poder Público, devem pagar multa civil e perder o valor ilicitamente acrescido.

Já as empresas envolvidas, J Médica Distribuidora de Materiais Hospitalares Ltda e Pró-Hospital Produtos Hospitalares Ltda, foram condenadas a não poder contratar com o Poder Público e ao pagamento de multa civil. A sentença é do último dia 4 e ainda é passível de recurso.

Esquema foi identificado em diversos municípios goianos

Após a Operação Tarja Preta, a Promotoria de Justiça de Pires do Rio ingressou com ação civil pública por ato de improbidade administrativa envolvendo pessoas físicas e jurídicas. Isso porque, em investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) apurou-se que havia se instalado em Goiás uma organização criminosa direcionada à venda fraudada, viciada, direcionada e superfaturada de medicamentos em alguns municípios goianos, entre eles Pires do Rio.

No município, para movimento do sistema fraudulento, a quadrilha contou com o auxílio do então prefeito Luiz Eduardo Pitaluga Cunha e do advogado Tomaz Edilson Felice Chayb. (Texto: Cristina Rosa/ Assessoria de Comunicação Social do MPGO – foto, Banco de Imagem)

Algumas câmaras deverão adequar o número de vereadores

0

Números de vereadores em alguns municípios brasileiros podem mudar por causa do Censo.

Orizona é uma das cidades que deverá aumentar o número de vereadores de acordo com os números apresentados pelo IBGE e em conformidade com a Constituição Federal.

Isso é o que diz a Lei, e para cumprir a Lei, vereadores têm que analisar a nova realidade do município e fazer as adequações.  

Importante que os legisladores façam cumprir a Lei independente das posições pessoais. Os novos números divulgados pelo IBGE precisam ser respeitados. Que seja aumentado, diminuído ou mantido o número de cadeiras em cada câmara.

Cada município precisa tomar conhecimento dos dados divulgados pelo IBGE e tomar a decisão em conformidade com a Lei, a exemplo da Câmara de Vereadores de Goiânia, que após novo Censo, ampliou o número de vereadores de 35 para 37.

Os novos números do Censo 2022 impactaram diretamente no número de vereadores que alguns municípios terão nas próximas eleições, mas não muda o valor do repasse que é feito pelo município através do “Duodécimo”.

A Constituição Federal estabelece o mínimo e máximo de vagas nas câmaras municipais conforme o número de habitantes. Municípios com até 15 mil pessoas, podem ter até nove vereadores. O máximo são 55, para cidades com população maior do que 8 milhões de pessoas.

Importante ressaltar que a Constituição Federal precisa ser obedecida. “A Constituição prevalece em relação às constituições estaduais. Se, por ventura, o município tem a previsão na lei orgânica de um número maior de vereadores, esse número não será observado porque nós demos observar a Constituição, e a Justiça Eleitoral vai utilizar a informação oficial, que é a informação da autarquia do IBGE em relação ao número de vereadores e, consequentemente, o encaixe no dispositivo da Constituição. Essa flutuação é natural, porque na representação proporcional de vereadores e de deputados, a quantidade de representantes varia de acordo com a população. É a regra da democracia”.

Paralisação fechou mais de 200 prefeituras

0

Mais de 200 prefeitos goianos aderiram ao movimento de paralisação nesta quarta-feira (13/09). Os prefeitos(as) se reuniram na Assembleia Legislativa em Goiânia para protestarem, discutirem sobre as dificuldades financeiras que estão enfrentando e para reivindicarem melhorias orçamentárias. Confira em nosso boletim de noticias!

Entrevista com o Vereador Zico Policial

0

Durante entrevista ao repórter Washington Luiz do jornal Positivo, o Vereador Sebastião Nunes Fernandes (PSDB), conhecido como Zico Policial, falou, de maneira bem resumida, sobre sua atuação como legislador e o trabalho que procura realizar para beneficiar a população de Orizona.

O vereador ressaltou seu empenho com relação aos serviços que ele entende ser necessário na zona rural, na educação, social, esporte e na fiscalização.

Zico, tem trabalhado em um projeto que busca a isenção de multas, juros e taxas de religamento de serviços essenciais, entendendo ser importante e necessário defender os direitos do consumidor.

Ele também teve atuação relevante no projeto que proíbe queima de fogos de artifício que produzam barulho.

O Vereador Sebastião Nunes Fernandes (PSDB), Zico Policial, disse também que seu compromisso procura priorizar o município e os cidadãos que ele se dispôs a representar, independentemente de questões partidárias.

Palmelo vive uma fase histórica no esporte

0

O esporte de Palmelo vive uma fase histórica, o time de veterano, depois de ser campeão municipal, agora é líder do campeonato da estrada de ferro. O time de futsal amador foi campeão dos jogos abertos e tem a chance real de ser campeão estadual.  A equipe de truco tem 100% de aproveitamento no campeonato Goiano o “goianão”. E agora o prefeito, Renato Damásio decidiu apoiar o time de Pires do Rio, a Locomotiva, que está disputando a terceira divisão do campeonato Goiano 2023.

Esporte é vida, saúde, alegria, diversão e consegue ser o maior aliado das autoridades na luta contra as drogas e vícios prejudiciais a saúde.

Investir, incentivar apoiar o esporte é medida de extrema importância para uma sociedade.

Apóstolo Adelino Lemos assumiu a presidência do partido NOVO

0

O Apóstolo entra definitivamente para a política em Pires do Rio e pretende fortalecer o partido com um trabalho que já começou nos bastidores

     Os religiosos sempre tiveram um papel extremamente importante e decisivo na sociedade. Suas crenças e valores influenciam diretamente a forma como eles se posicionam e agem na sociedade. Nos últimos anos, tem se intensificado a discussão sobre a participação desses líderes religiosos na política, levantando questões sobre a adequação de seu envolvimento nesse campo.

     Em reunião realizada na Câmara Municipal de Vereadores, no último dia 26 de agosto, o Apóstolo Adelino Lemos assumiu a presidência do NOVO em Pires do Rio.

     A solenidade contou com presença de convidados, lideranças políticas e do presidente estadual do NOVO Dr. Adriano Sarmento. Assim, o Apóstolo Adelino Lemos, entra definitivamente para a política em Pires do Rio e disse que pretende fortalecer o partido com um trabalho que já começou nos bastidores.

     A participação dos religiosos na política deve ser vista como fortalecimento dos princípios e como uma oportunidade de contribuição para o bem comum.

     A capacidade de influenciar grandes grupos de pessoas é uma das principais responsabilidades dos religiosos que participam da política.

       Eles possuem uma base sólida de seguidores que compartilham suas crenças e valores, o que os torna influentes na formação da opinião pública.

     Portanto, ao participarem da política, esses líderes têm o potencial de propor políticas que reflitam os princípios religiosos, contribuindo para uma sociedade mais justa e ética.

O líder religioso é muito exigido e cobrado quando participa de política, seus apoiadores são extremamente exigentes e normalmente mantêm contato constante e muito próximo.

O Apóstolo Adelino Lemos disse que sente necessidade de levar princípios e condutas diferentes para a política por entender que o povo precisa de verdadeiros representantes.        “Os políticos precisam entender que política é a arte de servir, com humildade, honestidade e com muita dedicação para que haja verdadeiros benefícios, conquistas e melhoria na vida das pessoas”. Disse ele.

     Adelino também falou que político é empregado do povo e recebe do povo para cuidar das coisas públicas.

     Político não dono, não é patrão, não é superior. Disse ele.

     Os religiosos trazem consigo uma visão fundamentada em valores como compaixão, solidariedade e respeito ao próximo. Esses princípios podem ajudar a guiar as decisões políticas, promovendo a equidade e o bem-estar social.

     Nesse sentido, é essencial que a atuação dos religiosos na política seja pautada em princípios de tolerância e respeito às diferenças. Afinal, o diálogo e a construção coletiva são fundamentais para a promoção do bem-estar social.

     Em resumo, a participação dos religiosos na política pode trazer benefícios para a sociedade, desde que sejam observados princípios de respeito e igualdade. A capacidade de influência dos líderes religiosos aliada aos valores éticos e morais que eles defendem pode contribuir para uma política mais justa e equilibrada.

               Assista entrevista com o Apóstolo Adelino Lemos e com Dr. Adriano Sarmento:

Apóstolo Adelino Lemos assumiu a presidência do partido NOVO

0

O Apóstolo entra definitivamente para a política em Pires do Rio e pretende fortalecer o partido com um trabalho que já começou nos bastidores

     Os religiosos sempre tiveram um papel extremamente importante e decisivo na sociedade. Suas crenças e valores influenciam diretamente a forma como eles se posicionam e agem na sociedade. Nos últimos anos, tem se intensificado a discussão sobre a participação desses líderes religiosos na política, levantando questões sobre a adequação de seu envolvimento nesse campo.

     Em reunião realizada na Câmara Municipal de Vereadores, no último dia 26 de agosto, o Apóstolo Adelino Lemos assumiu a presidência do NOVO em Pires do Rio.

     A solenidade contou com presença de convidados, lideranças políticas e do presidente estadual do NOVO Dr. Adriano Sarmento. Assim, o Apóstolo Adelino Lemos, entra definitivamente para a política em Pires do Rio e disse que pretende fortalecer o partido com um trabalho que já começou nos bastidores.

     A participação dos religiosos na política deve ser vista como fortalecimento dos princípios e como uma oportunidade de contribuição para o bem comum.

     A capacidade de influenciar grandes grupos de pessoas é uma das principais responsabilidades dos religiosos que participam da política.

       Eles possuem uma base sólida de seguidores que compartilham suas crenças e valores, o que os torna influentes na formação da opinião pública.

     Portanto, ao participarem da política, esses líderes têm o potencial de propor políticas que reflitam os princípios religiosos, contribuindo para uma sociedade mais justa e ética.

O líder religioso é muito exigido e cobrado quando participa de política, seus apoiadores são extremamente exigentes e normalmente mantêm contato constante e muito próximo.

O Apóstolo Adelino Lemos disse que sente necessidade de levar princípios e condutas diferentes para a política por entender que o povo precisa de verdadeiros representantes.        “Os políticos precisam entender que política é a arte de servir, com humildade, honestidade e com muita dedicação para que haja verdadeiros benefícios, conquistas e melhoria na vida das pessoas”. Disse ele.

     Adelino também falou que político é empregado do povo e recebe do povo para cuidar das coisas públicas.

     Político não dono, não é patrão, não é superior. Disse ele.

     Os religiosos trazem consigo uma visão fundamentada em valores como compaixão, solidariedade e respeito ao próximo. Esses princípios podem ajudar a guiar as decisões políticas, promovendo a equidade e o bem-estar social.

     Nesse sentido, é essencial que a atuação dos religiosos na política seja pautada em princípios de tolerância e respeito às diferenças. Afinal, o diálogo e a construção coletiva são fundamentais para a promoção do bem-estar social.

     Em resumo, a participação dos religiosos na política pode trazer benefícios para a sociedade, desde que sejam observados princípios de respeito e igualdade. A capacidade de influência dos líderes religiosos aliada aos valores éticos e morais que eles defendem pode contribuir para uma política mais justa e equilibrada.

               Assista entrevista com o Apóstolo Adelino Lemos e com Dr. Adriano Sarmento

Ajuda para bancar tratamento de autista em Pires do Rio

0

Família precisa de ajuda para bancar tratamento de criança autista em Pires do Rio.

Samuel Victor, tem onze anos de idade, mora em Pires do Rio e tem Transtorno de Espectro Autista, associado a Retardo Mental Grave e Epilepsia de difícil controle. O gasto mensal com medicamentos e fraldas ultrapassa a dois mil reais, valor bem acima das condições financeiras da família. Enquanto a ajuda não chega via poder público, a gente está fazenda essa campanha, e juntos, queremos ajudar essa família que passa por essa situação tão complicada.

Veja a reportagem:

Inauguração de reforma e ampliação de Escola em Orizona

0

O prefeito de Orizona, Felipe Dias e o deputado estadual Lincoln Tejota, juntamente com o vice-prefeito, vereadores, secretários e convidados inauguraram a reforma e ampliação da Escola Municipal Parque Infantil Dona Zulmira Gonçalves.

Crianças com olhos brilhando, pais satisfeitos, professores com sorriso no rosto e uma diretora cheia de planos. Toda a comunidade escolar estava visivelmente emocionada na noite desta última, sexta-feira (18), durante a inauguração da reforma e ampliação da Escola Municipal Parque Infantil Dona Zulmira Gonçalves, uma das mais completas da cidade, mesmo se comparada às unidades de ensino da rede particular.

O prefeito Felipe Dias, que reinaugurou a obra, também se disse comovido ao ver o resultado do esforço da Prefeitura Municipal de Orizona no sentido de garantir educação de qualidade para os alunos das escolas públicas. Esta não é qualquer escola. É uma escola de excelência, que orgulha aqueles que nela estudam ou trabalham e não fica atrás de nenhuma escola particular, destacou o prefeito.

Assim que a atual administração assumiu, um dos primeiros pedidos da secretária de Educação, Dona Gracinha, ao prefeito Felipe Dias, foi de que a escola fosse a primeira a ser reformada. Assim foi feito, usando recurso estadual, através da SEDUC, por meio e  dedicação da secretária, Fátima Gaviolli, na ordem de R$ 151.122,28 e recurso municipal de R$ 372.430,34, totalizando: R$ 523.552,62.

“Investir na educação é acreditar na mudança e em um futuro melhor. Essa reforma busca o bem-estar e a dignidade para as crianças que aqui moram, e nós levantamos realmente essa bandeira”, disse a secretária.

O prefeito Felipe Dias, destacou que a inauguração foi um momento muito especial para a comunidade escolar que recebe uma escola totalmente reformada. “É motivo de muita alegria entregar essa obra para os alunos, para os profissionais que trabalham aqui”, ressaltou ele.

Prestigiaram também a solenidade de inauguração o pastor Edilson, o Deputado Estadual Lincoln Tejota acompanhando da sua esposa Gabriela, os vereadores João Lucas, Osvaldo, Nagib, Valdivino, Ulysses, Dr. Riva, Zico Policial, além de secretários municipais, servidores da escola, pais de alunos e convidados.

Professor do IF-Goiano foi denunciado por racismo

0

Alunas denunciaram professor por crime de racismo cometido durante jogo do IF-Goiano em Rio Verde

Duas alunas menores de idade e uma professora registraram um B.O. (Boletim de Ocorrência), logo após as estudantes terem sido alvos de racismo de um professor do Instituto Federal Goiano de Hidrolândia.

O caso foi durante uma partida de vôlei pelos Jogos dos Institutos Federais (JIF), que aconteceu nesta quinta-feira (18).

Uma mãe disse que a vítima de 17 anos de idade e sua colega, jogavam uma partida de vôlei contra o time do IF de Hidrolândia, quando um docente começou a fazer gestos e barulhos, semelhantes à de um macaco, todas as vezes que elas se posicionavam para o saque.

Foi neste momento que uma outra professora, ao notar a situação, acionou a Polícia Militar, que ao chegar no local, interrompeu a partida. A mãe afirmou que o professor ainda teria feito ameaças contra elas, dizendo que iria “buscar elas até no inferno”.

Em nota oficial publicada nesta sexta-feira (18), o IF-Goiano, afirmou que adotará medidas administrativas sobre a possível conduta ilícita, além do ocorrido já estar em apuração no âmbito penal. Ainda em nota, a instituição de ensino se colocou à disposição das autoridades e que prestará suporte aos envolvidos e reforçou que racismo é crime e que é contra toda e qualquer forma de preconceito.

O IF-Campus Urutaí também publicou nota dizendo que: “É com profunda consternação que a equipe do Campus Urutaí se pronuncia em relação ao incidente durante a JIF-Etapa Institucional. Reforçamos inicialmente, que racismo é crime e o Campus Urutaí é contra toda e qualquer forma de preconceito.

Nossa prioridade imediata tem sido o bem-estar e o apoio às estudantes e suas famílias. Através da colaboração entre a Gestão, NEABI e a Assistência Estudantil, estamos proporcionando todo o suporte necessário, incluindo o acompanhamento psicológico, para garantir que elas se sintam acolhidas e amparadas.

O campus Urutaí reafirma seu compromisso contínuo em promover uma comunidade acadêmica inclusiva, diversa e livre de quaisquer discriminações. Nossas disciplinas obrigatórias e optativas no Ensino Médio/ Técnico, Graduação e Pós-Graduação, juntamente com eventos institucionais e as ações dos núcleos NEABI (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) e NEPEDS (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Diversidade Sexual) e NAPNE (Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas), explicitam o comprometimento institucional com o combate de eventuais relações assimétricas.

Nosso compromisso e objetivo institucional é com a promoção de políticas educacionais baseadas no respeito e construtora de igualdade de oportunidades.

Continuaremos a fortalecer essas iniciativas, que desempenham um papel crucial na disseminação de valores de respeito e igualdade”.

Consignado do INSS cairá para 1,91% ao mês

0

Teto de juros do consignado do INSS cairá para 1,91% ao mês.

Medida foi aprovada pelo Conselho Nacional de Previdência Social.

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pagarão menos nas futuras operações de crédito consignado. Por 14 votos a 1, o Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) aprovou nesta quinta-feira (17) o novo limite de juros de 1,91% ao mês para essas operações.

O novo teto é 0,06 ponto percentual menor que o antigo limite, de 1,97% ao mês, nível que vigorava desde março. O teto dos juros para o cartão de crédito consignado caiu de 2,89% para 2,83% ao mês. Propostas pelo próprio governo, as medidas entram em vigor assim que a instrução normativa for publicada no Diário Oficial da União.

A justificativa para a redução foi o corte de 0,5 ponto percentual na Taxa Selic (juros básicos da economia). No início do mês, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu os juros básicos de 13,75% para 13,25% ao ano.

Durante a reunião, o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, disse que a pasta pretende propor novas reduções no teto do consignado à medida que a Selic cair. As mudanças têm de ser aprovadas pelo CNPS. Ele também disse que os bancos oficiais cobram taxas menores que o novo teto de 1,91% ao mês. O Banco do Brasil cobra 1,77% ao mês. A Caixa, 1,7% ao mês.

Apenas o representante da Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF) votou contra. A entidade pediu que a votação fosse adiada porque a oferta de crédito consignado está encolhendo, mas a reivindicação não foi aceita.

Impasse

O limite dos juros do crédito consignado do INSS foi objeto de embates no início do ano. Em março, o CNPS reduziu o teto para 1,7% ao ano. A decisão opôs os Ministérios da Previdência Social e da Fazenda.

Os bancos suspenderam a oferta, alegando que a medida provocava desequilíbrios nas instituições financeiras. Sob protesto das centrais sindicais, o Banco do Brasil e a Caixa também deixaram de conceder os empréstimos porque o teto de 1,7% ao mês era inferior ao cobrado pelas instituições.

A decisão coube ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que arbitrou o impasse e, no fim de março, decidiu pelo teto de 1,97% ao mês. O Ministério da Previdência defendia teto de 1,87% ao mês, equivalente ao cobrado pela Caixa Econômica Federal antes da suspensão do crédito consignado para os aposentados e pensionistas. A Fazenda defendia um limite de 1,99% ao mês, que permitia ao Banco do Brasil, que cobrava taxa de 1,95% ao mês, retomar a concessão de empréstimos.

Edição: Juliana Andrade/Publicado em 17/08/2023 – 17:52 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Jornal do Sudeste comemora 37 anos

0

O Pequeno notável faz 37 anos

A primeira edição do Jornal do Sudeste circulou em 16 de agosto de 1986, em Pires do Rio, estado de Goiás, com administração da jornalista Divina Neusa de Queiroz, que sempre teve atuação marcante na mídia nacional. Foi ela quem idealizou, projetou e realizou esse sonho de comunicação em sua cidade natal.

Hoje, quarta-feira, 16 de agosto de 2023, o Jornal do Sudeste celebra seu trigésimo sétimo aniversário. O Pequeno notável, como foi denominado por sua própria criadora, chegou marcando presença na Região da Estrada de Ferro. São 37 anos de muito sucesso.

Durante esses anos, notícias e fatos históricos marcantes foram contados de forma real pelos jornalistas e colaboradores do veículo de comunicação. O Jornal do Sudeste conquistou o reconhecimento em diversas ocasiões por suas boas práticas de comunicação social e jornalismo imparcial, sério e informativo.

Atualmente o Jornal do Sudeste segue com sua missão de informar a população e defender os interesses dos menos favorecidos com foco voltado para as redes sociais.

Criado em 1986, o Jornal do Sudeste vem transformando o cenário da comunicação na Região da Estrada de Ferro em Goiás nesses 37 anos de história. Com o trabalho de profissionais qualificados, a colaboração de diversos anunciantes, o Jornal é uma marca reconhecida pela sociedade como sinônimo de seriedade e transparência, sendo referência na comunicação social da região, principalmente pela atuação de sua Diretora Divina Neusa de Queiroz.

Durante esses 37 anos, conseguiu divulgar notícias de interesse da população da região e contar a história para os leitores e apoiadores de forma inovadora, leve e dinâmica. Divina Neusa disse que essa data tem um valor inestimável, agradeceu todas as mensagens recebidas pela passagem do aniversário, e concluiu dizendo que esse é um veículo de comunicação sólido que oferece credibilidade e recebe em troca, o retorno positivo. São 37 anos de minha vida dedicados ao Jornal do Sudeste e quem me conhece sabe o quanto fazer parte desta história me encanta. É um privilégio comemorar uma trajetória de sucessos.

A equipe do Jornal Positivo parabeniza a Jornalista Divina Neusa de Queiroz, sua equipe e seu veículo de comunicação, Jornal do Sudeste, pelo sucesso e êxito total nesses 37 anos.

Tem aluno piresino no Campeonato Mundial na Sérvia

0
Estudantes goianos participam de Campeonato Mundial Escolar de Futsal, na Sérvia

Estudantes goianos participam de Campeonato Mundial Escolar de Futsal, na Sérvia

Equipes de Pires do Rio e de Teresina de Goiás estão entre os representantes do Brasil na competição

Estudantes do Colégio Estadual Dr. Francisco Accioli, de Pires do Rio, e do Colégio Estadual Joaquim de Souza Fagundes, de Teresina de Goiás, embarcam, em outubro, para a Sérvia. A viagem internacional tem uma motivação especial: representar o Brasil no Campeonato Mundial Escolar de Futsal, promovido pela International School Sport Federation (ISF, sigla em inglês para Federação Internacional do Esporte Escolar).

Os atletas foram convocados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) após vencerem a etapa estadual dos Jogos Estudantis do Estado de Goiás (JEEGs) 2023 em suas respectivas categorias: o Colégio Estadual Joaquim de Souza Fagundes conquistou o ouro na categoria Futsal Feminino Juvenil e o Colégio Estadual Dr. Francisco Accioli foi campeão na categoria Futsal Masculino Juvenil.

Marco Maia, superintendente de Desporto Educacional, Arte e Educação da Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc/GO), explica que a oportunidade partiu de um convite do presidente do CBDE, Antônio Hora, que prestigiou os jogos estudantis em Goiás. Ao tomar conhecimento de que os atletas de Futsal seriam os únicos vencedores dos JEEGs a não participarem de competições externas, o presidente do CBDE apresentou a possibilidade de que eles integrassem o mundial.

“Esses meninos estão na fase, agora, de tirar passaporte e o visto para poderem ir”, explica o superintendente sobre a preparação para a competição. “É uma grande oportunidade desses estudantes vivenciarem um evento internacional, ter a oportunidade de falar um outro idioma e conhecer Belgrado, na Sérvia”.

Além dos 24 estudantes da rede pública estadual de Educação, embarcam para a Sérvia os professores-técnicos dos times, que acompanham a preparação das equipes e estarão presentes durante toda a competição. Os jovens também estarão assistidos pela comitiva da CBDE.

O Campeonato Mundial

O Campeonato Mundial Escolar de Futsal é uma das competições organizadas pela ISF e que reúne atletas da categoria sub-18. Seu intuito é promover o equilíbrio entre o esporte e a educação, conscientizando sobre o papel do esporte na apresentação de temas como o fairplay, o estilo de vida saudável e o respeito.

Nesta edição, o campeonato ocorre entre os dias 7 e 17 de outubro, em Belgrado, na Sérvia. Na ocasião, os times goianos enfrentarão equipes de diversas partes do mundo, incluindo outros brasileiros. Isso porque as equipes de Santa Catarina e do Pará também garantiram uma vaga na competição ao vencerem o Campeonato Brasileiro Escolar de Futsal no ano passado.

Secretaria de Estado da Educação – Governo de Goiás

Fotos: Seduc

Felipe Dias, participou de reunião com o deputado José Nelto

0

Prefeito de Orizona, Felipe Dias, participou de uma reunião com o deputado federal José Nelto, para falar dos problemas que precisam ser resolvidos com ajuda dos governos estadual e federal.

Na última sexta-feira, 11 de agosto, o prefeito de Orizona, Felipe Dias, esteve envolvido em uma reunião muito produtiva com o deputado federal José Nelto.

O encontro teve como objetivo discutir de forma detida os problemas emergenciais que afetam a cidade e buscar soluções por meio do governo estadual e federal.

Mais uma vez José Nelto se comprometeu em buscar recursos para o município e anunciou alguns benefícios.

Durante a reunião, ficou evidente o comprometimento do deputado em auxiliar Orizona a obter recursos necessários para a resolução dos problemas enfrentados. Com uma postura engajada, o deputado apresentou algumas propostas e benefícios que poderão trazer grandes avanços para o município.

A parceria entre o prefeito e o deputado se mostrou indispensável para o desenvolvimento de Orizona. Ambos estão empenhados em buscar alternativas viáveis para melhorar a qualidade de vida da população, fortalecer a economia local e garantir a execução de projetos importantes.

A presença do deputado federal José Nelto foi extremamente valiosa e trouxe novas alternativas para a atual administração que tem buscado atender as demandas de todos os cidadãos de Orizona. Com seu compromisso em buscar recursos e soluções, o município poderá enfrentar seus desafios de forma mais direta.

O prefeito Felipe Dias agradeceu a disponibilidade e colaboração do deputado e se mostrou otimista em relação ao futuro de Orizona. A união de forças e o trabalho conjunto entre os governos estadual, federal e municipal são fundamentais para superar as adversidades e promover as realizações necessárias em todo município.

O repórter Washington Luiz, esteve presente e entrevistou o deputado federal José Nelto e o prefeito Felipe Dias, veja a reportagem:

Antônio Gomide lidera disparado em Anápolis

0
Antônio Gomide (PT) lidera todos os cenários em que aparece como candidato a prefeito de Anápolis em 2024. Foto: Sérgio Rocha/Alego

Antônio Gomide lidera disparado pesquisa para prefeito de Anápolis em 2024.

Deputado estadual petista tem ampla vantagem sobre os demais candidatos em todos os cenários em que é citado.

O deputado estadual Antônio Gomide (PT) lidera disparado a preferência do eleitorado para a Prefeitura de Anápolis nas eleições municipais de 2024. Os números foram divulgados pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quarta-feira (2). Na modalidade estimulada, em que são apresentados os candidatos, o levantamento analisou quatro cenários possíveis, três deles com o petista na disputa. Em todas as projeções em que é citado, ele tem ampla vantagem sobre os demais nomes.

No primeiro cenário da pesquisa, Gomide aparece com 40,3% das intenções de voto. Major Vitor Hugo (PL) ficou em segundo lugar, com 19,9%. Na sequência Márcio Correa (MDB), primeiro suplente do deputado federal Célio Silveira (MDB), tem 9,3%. O vereador licenciado Leandro Ribeiro (PP), atual subsecretário de Fomento e Competitividade de Goiás, tem 9,2%. O atual vice-prefeito Márcio Cândido (PSC) tem 5,5% e o Professor Edergênio (PSOL) tem 0,4%. Eleitores que não sabem ou não responderam somam 4,9%. Os que declaram votar branco, nulo ou que não votam são 10,4%.

O segundo cenário mostra Antônio Gomide com 39,1%, seguido por Major Vitor Hugo, que tem 19%. Em seguida, o deputado estadual Amilton Filho (MDB), tem 10,9%. Leandro Ribeiro tem 10%, Márcio Cândido tem 6,1% e Professor Edergênio tem 0,4%. Não sabem ou não responderam 4,4%. Votam branco, nulo ou não votam 10,1%.

Já no terceiro cenário, Antônio Gomide aparece com 41,2%. Em segundo lugar, Major Vitor Hugo tem 21,5%, seguido por Leandro Ribeiro, com 11,1% e Márcio Cândido com 6,1%. Incluído nesta projeção, o vereador Dr. José Fernandes (MDB) tem 2,2% e Professor Edergênio tem 0,5%. Não sabem ou não responderam 5,3%. Pessoas que afirmam votar branco, nulo ou que não votam são 12,2%.

LEIA TAMBÉM: Caiado recebe 61,7% de avaliação positiva em Anápolis

Sem Antônio Gomide, Major Vitor Hugo é favorito

Apoiado pelo ex-presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), Major Vitor Hugo lidera o quarto cenário, sem Antônio Gomide, com 23,6% das intenções de voto.

Nesta projeção, o bolsonarista é seguido pelo deputado federal Rubens Otoni (PT), que tem 19,3%. Aparecem na sequência Leandro Ribeiro, com 12,5%, Márcio Correa, com 11,4%, Márcio Cândido, com 6,8% e Professor Edergênio, com 1,4%. Não sabem ou não responderam 6,5%. Eleitores que votam branco, nulo ou não votam são 18,6%.

Espontânea também mostra Gomide na frente

Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados nomes de candidatos, Antônio Gomide também detém a liderança, com 8,4%. A diferença é que, nesta, o nome do atual prefeito Roberto Naves (PP) vem em segundo lugar, com 3,4%. Vale lembrar, porém, que ele não pode ser candidato, já que está em seu segundo mandato consecutivo.

Major Vitor Hugo vem em terceiro lugar, com 1,5%, seguido por Leandro Ribeiro, com 0,9%, Márcio Correa, também com 0,9%, Amilton Filho, com 0,4% e Márcio Cândido, com 0,4%. Outros nomes citados somam 0,6%.

Nessa modalidade, o número de eleitores que disseram não saber ou não responderam foi bastante expressivo, totalizando 74%. Afirmaram votar branco, nulo ou não votar 9,7%.

A pesquisa ouviu 814 eleitores com 16 anos ou mais entre os dias 27 e 31 de julho de 2023, por meio de entrevistas pessoais. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/23.

POR Vinicius Martins/DIÁRIO DE GOIÁS

Farmácias já podem realizar exames clínicos

0

Farmácias habilitadas já podem realizar exames clínicos.

Medida vale em todo o país.

A resolução que atualizou as normas de coleta, exames e análises para o diagnóstico de doenças entrou em vigor nesta terça-feira (1º). Entre as mudanças está a autorização dada a farmácias e consultórios isolados para a realização de exames clínicos em etapa única, com caráter de triagem.

Até agora, as farmácias só eram autorizadas a realizar testes de covid-19 e glicemia. Com a mudança, a lista de exames clínicos para triagem passa de mais de 40 tipos, como o do antígeno NS1 para triagem da dengue, por exemplo.

Segundo o diretor-executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sergio Mena Barreto, a nova resolução posiciona as farmácias como porta de entrada do sistema de saúde do país. Atualmente, a instituição já contabiliza a existência de mais de seis mil salas configuradas para a assistência farmacêutica.

Sergio explica que a pandemia de covid-19 foi fundamental para desenvolver essa estrutura. “Realizamos 20,7 milhões de testes de covid e identificamos que pelo menos 10% dos casos eram graves o suficiente para encaminhamento ao hospital. Além disso, capacitamos cerca de 20 mil farmacêuticos para esses serviços”, explicou.

Exame toxicológico

A nova regra não apenas levou os exames clínicos para além dos laboratórios, como também incluiu na normatização os laboratórios anatomopatológicos e de toxicologia, ausentes na regulamentação anterior. Com isso, foi possível avançar em legislações como a que exige o exame toxicológico para motoristas de caminhões e ônibus.

De forma geral, a resolução criou três grupos de atuação nos exames de análise clínica. O primeiro grupo – constituído por farmácias e consultórios isolados – foi autorizado a realizar exames que não precisem de instrumento de leitura para os resultados e que tratem de material biológico primário, ou seja, que não necessitem de procedimento para obtenção.

Todos os outros serviços de análise clínica, como exames de sangue, por exemplo, ficaram restritos aos postos de coleta, classificados no segundo grupo, e aos laboratórios que constituem o terceiro grupo. No caso do segundo grupo, o processamento do material biológico é limitado à fase pré-analítica.

Parâmetros técnicos

Outra mudança presente nas novas regras abrange parâmetros técnicos e de infraestrutura para o funcionamento das centrais de distribuição de materiais biológicos e regulamentação da relação entre os postos de coleta e os laboratórios.

O contrato entre os dois serviços passa a ter um controle compartilhado do fluxo de registros de pacientes, solicitantes e exames, com critérios de rastreabilidade ampliados.

Também foram definidas as regras de envio dos materiais biológicos para laboratórios no exterior, como a presença de informações dos exames solicitados, do material biológico coletado, do paciente e do solicitante nas amostras.

Edição: Kleber Sampaio/Publicado em 01/08/2023 – 11:40 Por Fabíola Sinimbú – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Curso de Enfermagem em Pires do Rio

0

Polo de ensino da Unicesumar em Pires do Rio abre vagas para o curso de enfermagem.

Com mais de 30 anos de mercado da educação, a Unicesumar possui hoje mais de mil polos espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Em Pires do Rio e região, são mais de 100 cursos de graduação superior, com opções em todas as áreas do conhecimento, além de opções de Pós-Graduações, Cursos profissionalizantes e Ensino técnico. Recentemente, o polo abriu vagas para os cursos na área da saúde e bem-estar, como Enfermagem,  Estética e Cosmética, Podologia e Terapias Integrativas.

A abertura destes cursos na modalidade de ensino híbrido semipresencial, contará com a criação de uma estrutura de salas e laboratórios moderna e inovadora, atendendo à toda legislação do MEC e Ministério da Educação no que tange a aplicação de ensino, pesquisa e extensão para estes cursos e também de acordo com as diretrizes dos respectivos conselhos profissionais.

Segundo o Bruno Mamede – gestor do polo Pires do Rio – a oferta destes cursos traz novas perspectivas profissionais para a comunidade e contribui para o desenvolvimento da região. “O aluno ingressante nesta modalidade poderá contar com a união do melhor da educação a distância e com as aulas práticas presenciais com flexibilidade de horários, diferencial que permite aos alunos conciliar trabalho e estudos”, complementa.

Os cursos tem duração entre 2 anos e meio à 5 anos e durante todo este tempo os alunos terão acesso às aulas online e ao vivo, internet patrocinada, material didático com alta tecnologia gratuitamente, e laboratórios modernos e completos para facilitar o aprendizado, garantindo uma formação de qualidade com muita prática em sala de aula. Além disso, a Universidade conta com um programa de Bolsas de Estudo que torna o investimento acessível para quem deseja se formar em uma instituição renomada.

As inscrições no programa de bolsas podem ser realizadas via site www.unicesumar.edu.br/ead ou no polo da cidade, na Avenida Castelo Branco, 164, Centro de Pires do Rio. 

Conheça mais seguindo a Unicesumar no Instagram ou entre em contato pelo no telefone/whatsapp: (64) 3461 2405.

Santa Cruz recebe o Projeto “Saúde em movimento”

0

Santa Cruz de Goiás, recebeu nesta segunda-feira, 31 de julho, o programa “Saúde em movimento”, coordenado pela Deputada Federal, Flávia Moraes e o Deputado Estadual Dr. George Moraes. Confira na reportagem de Washington Luiz e Thayson Kauã.

Novo remédio para hepatite C

0

Novo remédio para hepatite C poderá baixar custo do tratamento no SUS

Economia para os cofres públicos pode chegar a 20%.

O novo medicamento ravidasvir, utilizado em combinação com sofosbuvir, que o Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) detém o registro, poderá reduzir em até 20% o custo do tratamento de hepatite C pelo Sistema Único de Saúde (SUS), hoje entre R$ 6,2 mil e R$ 6,5 mil por paciente. A estimativa é feita pelo diretor de Farmanguinhos, Jorge Mendonça.

Por intermédio de Farmanguinhos, a Fiocruz assinou nessa semana acordo de parceria para registro do ravidasvir na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A parceria técnica e científica foi firmada com a organização não governamental (ONG) Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) e a farmacêutica egípcia Pharco Pharmaceuticals.

À Agência Brasil, Jorge Mendonça detalhou que a farmacêutica egípcia Pharco fez testes, em conjunto com a DNDi, para mostrar a efetividade do ravidasvir, juntamente com o sofosbuvir, nas populações da Tailândia e da Malásia. Foi registrado percentual de cura, na média, de 97%. “Uma média bastante alta, comparada com padrões mais modernos utilizados para tratamento efetivo da hepatite C”. A hepatite C é uma inflamação do fígado provocada pelo vírus HCV que, quando crônica, pode levar à cirrose, à insuficiência hepática e ao câncer.

Etapas

Após a assinatura do acordo, Mendonça explicou que a próxima etapa será submeter o medicamento para aprovação na Anvisa. Em seguida, esperar o registro ser publicado pela Agência para, posteriormente, fornecê-lo ao Ministério da Saúde para tratamento da hepatite C, em conjunto com o sofosbuvir. Jorge Mendonça estima que esse é um processo longo, que deverá levar entre um ano a um ano e meio.

“Contudo, a gente entende que quanto mais ofertas para o tratamento da hepatite C estiverem disponíveis no SUS, a gente traz mais possibilidades para os médicos e mais possibilidades para os pacientes usarem medicamentos que são de primeira linha e que podem trazer mais conforto e mais adesão ao tratamento por parte desses pacientes”, manifestou o diretor de Farmanguinhos.

Além do sofosbuvir, Farmanguinhos já detém o registro do antiviral daclatasvir, o que reforça o papel do Instituto como apoiador do Complexo Econômico Industrial da Saúde (Ceis) e promotor da independência nacional no tratamento da hepatite C. “Durante muito tempo, não havia muitas opções de tratamento eficazes para a hepatite C. Agora, porém, com os medicamentos desenvolvidos por Farmanguinhos, já há chances de cura”, diz Mendonça.

“Hoje em dia, é um tratamento, em média, de 12 semanas, com taxa de cura efetiva acima de 95%”. O diretor analisou que com o registro do Ravidasvir, não haverá aumento da taxa de cura. “Mas a gente pode, no futuro, que é um dos objetivos da transferência do Ravidasvir também, reduzir o custo do tratamento para o SUS e, com isso, a chance de aumentar o acesso das populações atualmente não atendidas também se torna mais sustentável pelo SUS”.

O principal objetivo do registro do Favidasvir é que a Fiocruz consiga contribuir para a sustentabilidade orçamentária desse programa de tratamento das hepatites virais pelo SUS, que é bastante custoso para o Ministério da Saúde, argumentou Jorge Mendonça. 

Busca ativa

Segundo o Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais, divulgado pelo Ministério da Saúde em junho de 2022, foram confirmados 718.651 casos de hepatites virais no Brasil registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), no período de 2000 a 2021. Desse total, 168.175 (23,4%) são referentes aos casos de hepatite A, 264.640 (36,8%) aos de hepatite B, 279.872 (38,9%) aos de hepatite C e 4.259 (0,6%) aos de hepatite D.

Como se desconhecem os casos ocorridos durante a pandemia da covid-19, Jorge Mendonça disse que o próximo passo que os programas de hepatites virais do mundo vão dar é chamado de “busca ativa”. Ou seja, em vez de ficar esperando o paciente vir em busca de tratamento, serão feitas testagens em massa para tratar esses pacientes, já que a hepatite C, nos primeiros momentos e até nos primeiros anos da doença, não traz sintomas. A ideia é buscar esses indivíduos e tratar logo antes que a hepatite C fique crônica nele. “Isso é fundamental para efetividade do tratamento e para a saúde do paciente”, conclui Mendonça.

Edição: Aline Leal/Publicado em 22/07/2023 – 16:42 Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Felipe Dias recebeu a deputada Marussa

0
Prefeito, vice, vereadores e liderança

A equipe de reportagem do Jornal Positivo esteve na sede da Fazenda do prefeito de Orizona, Felipe Dias, na tarde desta sexta-feira, 21 de julho, para acompanhar importante reunião com a Deputada Federal, Marussa Boldrin, que avaliou a importância do encontro com lideranças do município,
confira:

Brasil não é autossuficiente na produção de leite

0

“É uma vergonha o Brasil não ser autossuficiente na produção de leite”, opina Amarildo Gonçalves 

O produtor rural e pecuarista afirma que o problema central é a falta de incentivo do setor público que favorece o alto custo e a baixa produtividade.

A Estância Tamburil, referência em produção de vacas leiteiras no Estado de Goiás, vai realizar, no próximo sábado (22), o 1º Encontro Tamburil do Leite de Goiás, na sede, em Bela Vista. O objetivo do evento é unir o segmento de produtores de leite e discutir iniciativas em prol de melhorias no setor. Para o produtor rural e fundador da Estância, Amarildo Gonçalves, uma das principais questões é a insuficiência na produção do leite no país e falta de incentivo do setor público.

De acordo com Amarildo, apesar do Brasil ser referência em melhoramento e produção de vacas leiteiras, não é o melhor em produção de leite em relação a outros países. “O Brasil não é autossuficiente mais no leite. É uma vergonha, um país com dimensões geográficas do tamanho do nosso não ser autossuficiente”, opina o pecuarista.

Nesse sentido, falta leite para abastecer a indústria, o que motiva a atual situação de aumento da importação de leite de outros países produtores. A indústria do leite aumentou a importação porque a produção não atende a demanda. Associado a isso, está o problema histórico do alto custo de produção e baixa produtividade, ou seja, o número de litros produzido por cabeça de vaca. Entre as principais questões, está a baixa remuneração do produtor. Hoje, o litro do leite está saindo a R$ 2,80 por litro, segundo a cotação do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG).

“Nos anos anteriores o Brasil importou de 5 a 6%, hoje nós temos histórico que está exportando de 10 a 12%, em função de que esses grandes laticínios estão importando esse leite. E um dos nossos encontros é chamar a atenção dos governantes, das pessoas, para que seja coibida essa importação”, destaca Amarildo.

A prática impacta a economia do Estado, que depende do setor. Outra problemática apontada por ele é que o leite importado não segue as mesmas diretrizes e padrão de qualidade do leite produzido aqui. “A gente não sabe o que está importando, não sabendo a qualidade desse leite, se tem colostro no meio, tem sangue, se tem medicamento, que tipo de coisa, porque as exigências para a importação não são as mesmas que existem para a produção aqui no Brasil”, ressalta.

Com a realidade atual, o setor encontra impasses para o fortalecimento da produção. “Nós temos muita dificuldade. O produtor de leite está a mercê da sua própria sorte. Ele não tem nenhum tipo de financiamento que ajuda ele hoje. Infelizmente, com essa alta taxa de juros o produtor de leite é forçado a ir buscar recursos em bancos comerciais, e a atividade não remunera dessa forma, então é preocupante”, explica Amarildo.

Por fim, o representante da Tamburil afirma que a promoção do encontro busca, exatamente, apresentar a problemáticas às autoridades e discutir ações. “Falta política para o setor, nós não temos política de investimento. Hoje o setor está aí, sem orientação, por isso a gente está fazendo esse encontro onde vamos tentar esclarecer, fazer palestras, abrir debate, chamar a atenção das pessoas para mostrar a importância do leite para o setor”, pontua.

O evento vai receber representantes de toda a cadeia do leite: produtores, laticínios, cooperativas, associações, sindicatos, pesquisadores, pesquisadores e especialistas da área. Além disso, segundo Amarildo, foram convidados também autoridades a níveis federais e estaduais, com previsão de participação do vice-governador de Goiás, Daniel Vilela e de ministros.

Por LUANA CARDOSO / Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.

Publicado por Diário de Goiás.

Duplicação da GO 020 vai ser rápida

0

A duplicação da GO. 020 vai ser fatiada para agilizar a execução da obra.
O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Bruno Peixoto, falou ao repórter do Jornal Positivo e Diário de Goiás, Altair Tavares, sobre a participação da ALEGO na duplicação da GO 020, trecho de Bela Vista a Catalão, inclusive esclarecendo sobre o projeto e a execução da obra que será partilhada para ser feita mais rápido. Confira:

Entrevista com Murilo Vitorino

0

Murilo Vitorino, Presidente do Republicanos em Pires do Rio, concedeu entrevista ao Jornal Positivo e falou sobre as pretensões do partido, avaliou o governo estadual e a administração da prefeita Cida Tomazini. Confira:

Arthemio, jovem, trabalhador e articulador

0

Arthemio Rodrigues, assessor do Deputado Estadual Antônio Gomide, talvez seja um dos jovens mais influentes na política de Palmelo e Região.

Arthemio, tem trabalhado e está articulando para estruturar o PT (partido dos trabalhadores) e fortalecer a esquerda na região.

Muito dinâmico e determinado tem sido um dos responsáveis por vários benefícios destinados a Palmelo, considerada a Capital Espírita do Brasil. Através dos contatos políticos que possui já conseguiu emendas para cultura, saúde, construção de uma quadra de esportes e até um ônibus escolar.

Em rápida passagem por suas redes sociais fica claro o engajamento com políticos em várias esferas, inclusive, no Governo Federal.

Apesar de não confirmar uma eventual candidatura ao executivo de Palmelo, Arthemio é sondado por grupos e partidos políticos da cidade. Política é assim mesmo. Por isso é considerada uma verdadeira arte em todos os aspectos.

É aguardar para ver!

Celebração de Conquistas

0

Nesta foto icônica, presenciamos o momento em que os formandos jogam seus capelos para o alto, brindando a conclusão de uma jornada muito especial e repleta de aprendizado. Foi a Cerimônia de Colação de Grau da Unicesumar Pires do Rio, realizada no dia 27/06/2023, na Igreja de Cristo – Ministério Nova Terra. O evento contou com a presença de líderes acadêmicos da Unicesumar em Pires do Rio e Ipameri, e teve o Pastor Jonatas como anfitrião, além de convidados e formandos de 11 cursos.

Essa cerimônia, que foi presidida pelos gestores de polo Bruno Mamede e Michele Souto, não é apenas um marco individual para cada formando, mas também um importante momento para a comunidade piresina e cidades vizinhas. A formação desses novos profissionais é fundamental para impulsionar o desenvolvimento dessas regiões, promovendo um impacto positivo em suas economias e sociedades.

A Unicesumar, com seus 34 anos de trajetória, desempenha um papel essencial nessa transformação. Atualmente, a universidade conta com mais de 1000 polos espalhados pelo país e no exterior. Em 2023, além de sua vasta oferta de graduações a distância e presenciais, a Unicesumar apresenta um programa de educação continuada abrangente, que compreende desde cursos profissionalizantes e ensino técnico até pós-graduações. Isso possibilita que alunos a partir de 14 anos tenham a oportunidade de iniciar sua jornada acadêmica e sejam acompanhados ao longo de toda a vida, garantindo uma educação de qualidade e amplas perspectivas de crescimento profissional.

Parabenizamos todos os formandos por essa grande conquista e expressamos nossa gratidão à Unicesumar por seu compromisso em construir uma sociedade mais justa e solidária por meio da promoção da educação. Que esse momento seja apenas o começo de uma jornada repleta de realizações e sucesso!

Forró Especial em Pires do Rio

0

O grupo “Amigos da terceira idade”, criou em Pires do Rio o “Forró Especial” para as pessoas da terceira idade. A primeira edição do projeto foi realizada nesta quinta-feira, 15 de julho, no Clube Parque das Águas. O Jornal Positivo esteve presente e registrou o contentamento dos participantes e o êxito do evento. Confira a reportagem:

Violação de direitos de presos após 8 de janeiro

0

Advogados apontam violação de direitos de presos após 8 de janeiro

Audiência no Senado discutiu prisão de envolvidos nos atos golpistas.

Uma audiência pública no Senado debateu nesta quinta-feira (13) a prisão de envolvidos na invasão e no ataque às sedes dos Três Poderes nos atos golpistas do dia 8 de janeiro. Representantes dos presos, advogados afirmaram haver violações de direitos humanos das mais de 200 pessoas que continuam detidas no Complexo Penitenciário da Papuda e na Penitenciária Feminina do Distrito Federal, a Colmeia.

A presidente da Associação dos Familiares e Vítimas de 8 de janeiro, Gabriela Fernanda Ritter, relatou situações vividas por familiares dos detidos e afirmou que muitas pessoas que se encontram presas se manifestaram de forma ordeira e pacífica durante o acampamento montado em frente ao Quartel-General (QG) do Exército, em Brasília e não participaram dos atos e depredação.

“No dia 8 de janeiro, eu lembro que, quando começaram a chegar as imagens lá de todo aquele cenário de guerra, foi muito assustador. Eu lembro que eu e nossa família nos ajoelhamos e ficamos desesperados porque nós sabemos que os nossos familiares, as pessoas que vieram para Brasília não tinham essa intenção, não vieram para esse absurdo que aconteceu”, disse.

Gabriela classificou como ilegais as prisões, disse ainda que as pessoas estão tendo o seu direito de defesa cerceado e que não está havendo a individualização das condutas imputadas aos presos. Diante do cenário descrito, familiares resolveram fundar no dia 28 de abril a associação “para dar voz às famílias e às vítimas”.

“Não estamos aqui para defender quem cometeu um crime, quem vandalizou, mas a gente quer que essas pessoas tenham direito de se defender”, afirmou. “É necessário fazer a distinção adequada de quem esteve lá para se manifestar pacificamente e de quem vandalizou, para não penalizar injustamente pessoas inocente”, completou.

A subdefensora pública-geral do Distrito Federal, Emmanuela Saboya, disse que a Defensoria Pública tem acompanhado diariamente a situação dos presos. Ela disse ter recebido relatos de que o acesso aos presídios estaria sendo dificultado. Emmanuela Saboya disse ainda ter ouvido reclamações sobre a falta de conforto das celas e sobre a alimentação fornecida aos presos.

A defensora disse que o órgão não atua nesses casos porque os crimes imputados a esses presos são federais e que cabe a Defensoria Pública da União acompanhar essas pessoas. Segundo Emmanuela, um relatório sobre a situação dos presos foi encaminhado ao órgão.

“Existe uma superlotação, desde os primeiros dias, vimos que em cela para oito pessoas tinham 16, mas tem colchões para todos”, disse.

Representando a defesa dos processados pelos atos do dia 8 de janeiro, a advogada Carolina Siebra criticou as prisões e disse que houve violações dos direitos dessas pessoas, uma vez que, segundo ela, as audiências de custódia dos envolvidos na invasão de prédios públicos no dia 8 de janeiro e dos acampados na frente do QG do Exército ocorreram de maneira irregular.

“Vimos juízes que foram delegados para fazer aquele ato e, no caso da minha assistida, o juiz lia um script e no final a gente fazia pedidos mais diversos, pessoas que tinham comorbidades pediam a saída da prisão, aí o Ministério Público também lia um script”, criticou a advogada, que classificou o episódio de “absurdo”.

No dia 18 de janeiro, a Justiça finalizou as audiências de custódia de 1.410 pessoas suspeitas de participar dos atos golpistas. Do total, os promotores e procuradores enviaram 1.408 pedidos ao Supremo Tribunal Federal (STF), entre prisões preventivas, liberdade provisória com medidas cautelares e relaxamento de prisão.

A advogada criticou a inclusão de pessoas presas em frente ao QG do Exército com o argumento de que não há previsão legal para a Corte julgar essas pessoas. Ela afirmou ainda que muitas pessoas nem sabiam onde fica a sede do STF.

“As pessoas do QG não chegaram nem perto do STF. E eles estão sendo julgados pelo STF. A falta de individualização faz com que isso aconteça, a gente coloque todo mundo dentro de uma panela e bata essa caldo e vai todo mundo nesse comboio”, disse.

Réus

Em junho, a maioria dos ministros do Supremo aceitou denúncia contra mais 45 acusados de participação nos atos golpistas de 8 de janeiro. Com o resultado parcial do julgamento, a Corte chega ao número de 1.290 réus desde o início das investigações.

Entre os investigados está Antônio Claudio Alves Ferreira, acusado de destruir o relógio de Dom João VI, trazido ao Brasil em 1808. O item estava no Palácio do Planalto e foi lançado ao chão durante a invasão ao prédio.

Também se tornaram réus Marcelo Fernandes Lima, investigado por furtar uma réplica da Constituição que estava no STF, e Wiliam da Silva, acusado de furtar a toga de um dos ministros. Todos foram identificados por câmeras de segurança.

Edição: Juliana Andrade/Publicado em 13/07/2023 – 18:33 Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil – São Luís

Políticas públicas para terceira idade

0

Vereador Sandro Barbosa critica ausência de políticas públicas para terceira idade.

Em uma publicação feita em suas redes sociais, o vereador Sandro Barbosa, de Pires do Rio, expressou sua preocupação com a falta de políticas públicas voltadas para a terceira idade na cidade. Ele utilizou as redes sociais como plataforma para criticar a gestão municipal, apontando a necessidade da implementação de programas e ações que atendam às demandas dessa parcela da população. Sandro Barbosa ressaltou a importância de garantir a qualidade de vida e o bem-estar dos idosos, que precisam de suporte e atenção. Ele destacou questões como o acesso a serviços de saúde, lazer, cultura e assistência social, que devem ser prioridades em uma cidade que almeja oferecer uma estrutura adequada para essa faixa etária. Além disso, o vereador também chamou a atenção para a necessidade de construção de espaços públicos adaptados para os idosos, como praças, parques e centros de convivência, que promovam a interação social e atividades específicas para essa faixa etária. A iniciativa do vereador em utilizar as redes sociais para cobrar ações do executivo piresino em relação à terceira idade demonstra seu comprometimento com a comunidade e sua disposição em dar voz aos anseios dessa parcela da população.

Veja o vídeo:

40% das mulheres não têm direito de decidir sobre filhos

0

Cerca de 40% das mulheres não têm direito de decidir sobre filhos

ONU pede mais igualdade de gênero para controle populacional.

Cerca de 40% das mulheres não têm o direito de decidir se querem ter filhos, constatou relatório divulgado nesta terça-feira (11) pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA, na sigla em inglês). A agência pede mais igualdade de gênero na força de trabalho para controlar o crescimento populacional e elevar a renda ao mesmo tempo.

Segundo o relatório 8 Bilhões de Vidas, Infinitas Possibilidades: Em defesa de direitos e escolhas, as políticas populacionais são muitas vezes ineficazes e podem minar os direitos das mulheres. De acordo com o documento, tanto as políticas para aumentar como para diminuir as taxas de natalidade não surtem os efeitos esperados.

No caso de países que oferecem incentivos financeiros e recompensas (para mulheres e parceiros) para estimular famílias maiores, as taxas de natalidade continuam abaixo de dois filhos por mulher. Do lado contrário, diversos países promovem esterilizações forçadas e contracepção coercitiva para conter o crescimento populacional, violando grosseiramente os direitos humanos.

Para a UNFPA, agência da Organização das Nações Unidas (ONU), o planejamento familiar não deve ser usado como uma ferramenta para atingir metas de fecundidade. A capacitação de indivíduos, destacou o relatório, é mais eficaz, com as mulheres decidindo quando e quantos filhos gostariam de ter, sem a pressão de especialistas e de autoridades.

Recomendações

De acordo com o relatório, a garantia de direitos das mulheres, com acesso à saúde e com paridade no mercado de trabalho, é mais eficiente para alcançar a igualdade de gênero, de direitos e de oportunidades. Essa igualdade, explicou o documento, deve se manifestar na educação, na divisão de tarefas e na renda.

Entre as recomendações do relatório, estão a instituição de políticas como programas de licença parental, créditos fiscais para crianças, promoção da igualdade de gênero no local de trabalho e acesso universal à saúde e aos direitos sexuais e reprodutivos. Segundo a UNFPA, essa estratégia garante dividendos econômicos e cria sociedades resilientes, capazes de prosperar mesmo que as populações mudem.

Ao apresentar o relatório, o Secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, defendeu o cuidado com o meio ambiente para garantir o futuro de uma população que envelhece e vive mais. Segundo projeções das Nações Unidas, o planeta terá quase 10,5 bilhões de pessoas até 2080, com um número cada vez maior de pessoas com mais de 100 anos.

Brasil

O relatório também apresentou dados sobre o Brasil. Segundo o documento, a taxa média de fecundidade do país caiu para 1,6 filho por mulher. No menor nível da história, a taxa está bem abaixo do nível de 2,1 filhos por mulher, necessário para impedir a queda da população no longo prazo.

Segundo a UNPFA, o Brasil segue a tendência mundial de países com queda na população no longo prazo. O relatório mostrou que 66% dos países têm taxa de fecundidade inferior a 2,1.

O volume cada vez menor de nascimentos e o avanço da medicina refletem-se no envelhecimento da população brasileira. Conforme o relatório, a expectativa de vida no Brasil atingiu 73 anos para os homens e 79 anos para mulheres em 2023, abaixo da média global de 72,8 anos.

A UNPFA recomenda planejamento para que o Brasil e os demais países que atravessam esse fenômeno ajustem os sistemas de saúde e de aposentadoria para promoverem o envelhecimento ativo e saudável, aumentar a proteção social e reduzir as desigualdades.

Edição: Valéria Aguiar/Publicado em 11/07/2023 – 21:08 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Recorde de produção de gasolina e diesel

0

Petrobras bate recorde de produção de gasolina e diesel S10 em junho

Segundo a empresa, foram produzidos 2,01 bilhões de litros de gasolina.

A Petrobras bateu recordes mensais de produção de gasolina e diesel S10, em junho, conforme informou nesta terça-feira (11), a companhia. Somente de gasolina foram produzidos 2,01 bilhões de litros, melhor resultado desde 2014. Já a produção de diesel S10, chegou aos 2,11 bilhões de litros, superando o recorde anterior de maio deste ano.

As vendas, segundo a Petrobras, acompanharam o aumento da produção. Em junho, as vendas registraram aumento, em relação ao mesmo período do ano passado, de 26% na gasolina, 2,9% no diesel S10 e 5,7% no querosene de aviação.

O Fator de Utilização Total (FUT) das refinarias da Petrobras no segundo trimestre atingiu a marca de 93%, de acordo com a companhia, o melhor resultado desde 2015. O FUT considera o volume de carga de petróleo processado e a carga de referência das refinarias, ou seja, sua capacidade operacional, respeitando os limites de projeto dos equipamentos, os requisitos de segurança e a qualidade dos derivados produzidos.

Na avaliação da Petrobras, os resultados revelam o aumento das vendas no mercado interno e a estratégia adotada pela Petrobras de investir em refino, “visando garantir o atendimento de seus compromissos comerciais com confiabilidade, disponibilidade operacional e rentabilidade das suas unidades”, diz em nota. 

Edição: Valéria Aguiar/Publicado em 11/07/2023 – 15:44 Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

STF valida estatuto dos guardas municipais

0

Unanimidade foi formada a partir do voto do relator, Gilmar Mendes.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu validar a lei que criou o Estatuto Geral das Guardas Municipais. A norma entrou em vigor em 2014 e foi sancionada pela então presidente Dilma Rousseff para estabelecer normas gerais para as guardas municipais de todo o país.

A lei foi questionada no Supremo pela Associação Nacional dos Agentes de Trânsito no Brasil (AGTBrasil). Entre os pontos questionados, a associação pediu a suspensão do trecho que concedeu aos guardas a competência de fiscalização de trânsito.

A unanimidade na votação foi formada a partir do voto do relator, ministro Gilmar Mendes. Para o ministro, os guardas podem fazer a fiscalização de trânsito nos municípios.

“A Lei Federal 13.022/2014, ao dispor sobre o Estatuto das Guardas Municipais, constitui norma geral, de competência da União, sendo legítimo o exercício, pelas guardas municipais, do poder de polícia de trânsito, se assim prever a legislação municipal’, escreveu o ministro.

O julgamento ocorreu no plenário virtual, modalidade na qual os ministros inserem os votos no sistema e não há deliberação presencial. O julgamento foi finalizado no dia 30 de junho, e o resultado foi divulgado hoje (11).

Edição: Juliana Andrade/Publicado em 11/07/2023 – 16:31 Por André Richter – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Omissão do ex-presidente na pandemia

0

Gilmar Mendes anula arquivamento de ação contra Bolsonaro

Processo apura omissão do ex-presidente na pandemia.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, nesta segunda-feira (10), anular uma decisão da Justiça Federal em Brasília que arquivou um dos processos que apura a omissão do ex-presidente Jair Bolsonaro na gestão da pandemia da covid-19.

Com a decisão, caberá a Procuradoria-Geral da República (PGR) reavaliar o processo e decidir se o caso terá novo andamento.

Além de Bolsonaro, o processo envolve o ex-ministro da Saúde e atual deputado federal Eduardo Pazuello, a ex-secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro, o ex-secretário de Comunicação de Bolsonaro Fabio Wajngarten entre outros ex-integrantes do governo.

Parte do processo está relacionado com as investigações da CPI da Pandemia. O colegiado encerrou os trabalhos em outubro do 2021 e indiciou 80 pessoas por crimes durante a pandemia.

Após tramitar na primeira instância da Justiça, parte da investigação foi arquivada a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Contudo, a decisão não poderia ter sido tomada porque Pazuello, que tem foro privilegiado, só pode ser julgado pelo Supremo.

Reavaliação

A reavaliação do caso será conduzida pelo procurador-geral Augusto Aras e pela vice-procuradora-geral, Lindôra Araújo. Eles seguem no cargo até setembro deste ano, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá mantê-los ou fazer nova indicação para a PGR.

Durante o mandato de Bolsonaro, Lindôra pediu ao Supremo o arquivamento de apurações de supostos crimes atribuídos ao ex-presidente durante a pandemia.

A Agência Brasil tenta contato com a defesa de Bolsonaro.

Edição: Fernando Fraga/Publicado em 10/07/2023 – 17:48 Por André Richter – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Ofensas contra professores

0

Ministro determina à PF que analise ofensas contra professores

Eduardo Bolsonaro comparou professores doutrinadores a traficantes.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, determinou à Polícia Federal (PF) que analise as declarações dadas por participantes de um evento em defesa do acesso civil às armas de fogo.

“Determinei à Polícia Federal que faça análise dos discursos proferidos neste domingo, em ato armamentista, realizado em Brasília. Objetivo é identificar indícios de eventuais crimes, notadamente incitações ou apologias a atos criminosos”, informou Dino em suas mídias sociais.

O ato a que o ministro se refere, o 4º Encontro Nacional do ProArmas pela Liberdade, aconteceu no domingo (9), na Esplanada dos Ministérios, na região central da capital federal. Entre os participantes que os organizadores do evento autorizaram a subir no carro de som para discursar em defesa da flexibilização da posse e porte de armas estava o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

Com o microfone em mãos, o filho do ex-presidente da República Jair Bolsonaro comparou o que classificou como “professores doutrinadores” a traficantes de drogas. “Não tem diferença de um professor doutrinador para um traficante de drogas que tenta sequestrar os nossos filhos para o mundo do crime. Talvez o professor doutrinador seja pior”, disse o deputado federal, em um momento registrado em vídeos divulgados nas mídias sociais.

Eduardo Bolsonaro também criticou a atuação do Ministério da Justiça e Segurança Pública. “Os caras aqui do Ministério da Justiça não querem dar o acesso à legítima defesa, mas isso não pode ser impeditivo para fazermos o certo. E o certo começa pela nossa família. Se tivermos, por exemplo, uma geração de pais que prestem atenção na educação dos filhos, tirem um tempo para ver o que eles estão aprendendo nas escolas, não vai ter espaço para professores doutrinadores tentarem sequestrar nossas crianças”, disse o parlamentar, criticando os que apontam problemas estruturais como o machismo e o racismo por, segundo ele, “verem opressão em todo o tipo de relação” familiar.

As declarações de Eduardo Bolsonaro causaram a indignação de internautas que recorreram às mídias sociais para pedir que o parlamentar seja punido por sua manifestação. Até o início da tarde desta segunda-feira (10), o assunto aparecia entre os mais comentados no Twitter. Além disso, esta manhã, o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP) anunciou que vai entrar com uma representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados contra Eduardo Bolsonaro. “Esse insulto a todos os professores brasileiros não pode ficar impune”, escreveu Boulos.

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria do deputado Eduardo Bolsonaro e aguarda uma manifestação.

Edição: Fernando Fraga/Publicado em 10/07/2023 – 15:48 Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Bastidores. Pedrinho tenta reestruturar o MDB

0

Coluna Bastidores |

As negociações nos bastidores estão a todo vapor, mesmo que às vezes aconteçam de forma inconsciente, para uma possível candidatura à prefeitura de Santa Cruz.

Pedro Honorato, um nome conhecido e respeitado na política local, também conhecido carinhosamente como Pedrinho, tem sido alvo de boatos sobre essa possível candidatura.

Atualmente no MDB, Pedrinho tem se empenhado em reestruturar o partido na cidade. Pelas redes sociais, ele têm buscado angariar afiliados para a sigla, mas negou qualquer possibilidade de se candidatar ao executivo de Santa Cruz.

Ele declarou publicamente seu apoio à reeleição do atual prefeito, Angelo da Paz. Pedrinho afirmou: “Quero esclarecer de uma vez por todas que não serei candidato contra o prefeito Ângelo da Paz. Serei um apoiador dele, com o mesmo entusiasmo da eleição passada.” Quando questionado se, por algum motivo, o atual prefeito não disputasse a eleição no próximo ano, ele respondeu de forma enfática: “Desejo e espero que Ângelo concorra, mas se ele não o fizer, posso entrar na disputa da forma como sempre quis: sem gastar milhões, sem acordos suspeitos, com o objetivo de contribuir de maneira diferente.” Ficaremos atentos aos próximos acontecimentos!

Regras de gestão do novo Bolsa Família

0

Divulgadas regras de gestão do novo Bolsa Família

Sancionada no mês passado, nova versão do programa é regulamentada.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome publicou nesta segunda-feira (10), no Diário Oficial da União, as regras para gestão sobre ingresso de famílias, revisão de elegibilidade e cadastro de beneficiários da nova versão do Programa Bolsa Família (PBF). 

No mês passado, o presidente Lula sancionou a lei nº 14.601, que estabelece o novo formato do programa. Na ocasião, ele anunciou que – para fazer parte do Bolsa Família – a renda individual dos integrantes de uma família beneficiária passaria para R$ 218, ampliando o número de famílias atingidas pelo programa. 

A partir dessa regra, a portaria publicada hoje detalha a composição dos valores a serem pagos às famílias, sendo o principal o Benefício de Renda de Cidadania (BRC), que atualmente é de R$ 142 por pessoa. 

Como o governo federal se comprometeu a pagar o valor mínimo de R$ 600 por família, em caso de famílias menores, o Benefício Complementar (BCO) entra na composição do valor a ser pago.  

Valores

Também irão compor o Bolsa Família o Benefício Primeira Infância (BPI) – que concede R$ 150 por criança com idade entre zero e seis anos – e o Benefício Variável Familiar (BVF),  de R$ 50, que pode ser do tipo Benefício Variável Familiar Gestante (BVG), para gestantes; Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN), para crianças com menos de sete meses de idade; Benefício Variável Familiar Criança (BV), para crianças ou adolescentes com idade entre sete anos e 16 anos incompletos; e Benefício Variável Familiar Adolescente (BVA), para adolescentes com idade entre 16 anos e 18 anos incompletos. 

O Benefício Extraordinário de Transição (BET) garante que não haja uma redução no benefício recebido até então, e só entra na composição caso o valor de cálculo em maio de 2023 seja superior ao cálculo total dos parâmetros atuais.  

Além do detalhamento dos benefícios, a portaria traz  as definições de como o benefício deverá ser distribuído em cada estado e no Distrito Federal, conforme a disponibilidade orçamentária e financeira, definida pela Lei Orçamentária Anual, e o número de famílias pobres nos municípios, calculado conforme a metodologia definida pela Secretaria Nacional de Renda e Cidadania (Senarc). 

Inscrição 

O documento define, ainda, os critérios de habilitação, elegibilidade, seleção e concessão do Bolsa Família. Esses processos garantem que as família inscritas, que estejam de acordo com as regras de elegibilidade, com dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) e renda limite, possam ser incluídas e comecem a receber o benefício. 

Nesse caso, um cartão é emitido para o responsável pela família sacar o dinheiro a cada mês. 

Ações administrativas 

A liberação, bloqueio, suspensão, cancelamento e reversão de qualquer uma dessas ações são geridas pelos municípios, por meio do Sistema de Benefícios ao Cidadão (Sibec), que – em caso de dificuldades de acesso – tem regras alternativas e formulários estabelecidos pela portaria. 

Essas medidas podem ocorrer quando forem verificadas pendências na documentação, quando houver caso de morte ou quando houver descumprimento das regras, como identificação de trabalho infantil na estrutura familiar, por exemplo. 

Os benefícios também podem cessar parcialmente, quando acontecer o fim de vigência, como é o caso de um adolescente que completa 19 anos e a família deixa de receber apenas o Benefício Variável Familiar Adolescente (BVA) daquele indivíduo. 

As novas regras entram em vigor hoje, com exceção de alguns mecanismos que precisam de prazo maior para averiguação, como de CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), já cadastrado em situação irregular na base da Receita Federal, por exemplo. Para esses casos, a portaria entra em vigor a partir de 2024.

Edição: Kleber Sampaio/Publicado em 10/07/2023 – 10:20 Por Fabíola Sinimbú – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Bolsas para pesquisa do folclore

0

Iphan cria programa de bolsas para pesquisa do folclore

Medida terá duração de dez meses.

A portaria que cria o Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), foi publicada nesta segunda-feira (10), no Diário Oficial da União. O documento define as regras para a concessão de bolsas para a realização de projetos que tenham como foco o folclore e cultura popular brasileira.

As bolsas terão duração de dez meses e deverão ser concedidas todos os anos, em uma quantidade mínima de dois projetos, conforme disponibilidade orçamentária prevista pelo CNFCP.

Os valores a serem pagos aos bolsistas serão definidos pelos projetos, mas deverão ter como parâmetro as tabelas estabelecidas por instituições como Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

Para submeter um projeto, os candidatos precisam ser maiores de 18 anos, e desenvolver o projeto em Língua Portuguesa, caso seja estrangeiro. Os concorrentes não podem ser bolsistas em outra pesquisa durante a vigência do projeto e não ser agentes públicos em atividade.

Anualmente, cada concurso terá um edital que definirá a titulação dos candidatos para o perfil de bolsa, conforme programas, projetos e ações institucionais do CNFCP. Os projetos serão submetidos por e-mail junto com a documentação necessária para inscrição: cópias de documentos pessoas, formulário de inscrição e carta com justificativa de interesse em participar do concurso.

A seleção acontecerá em cinco fases eliminatórias e uma classificatória, sedo eliminatórias a homologação das inscrições, a análise da carta, a análise do projeto, a análise curricular e a entrevista. A soma de pontos obtidas nessas etapas classificará as propostas.

A portaria define também as regras para a comissão julgadora dos projetos, a revogação ou anulação do edital e a obrigação dos bolsistas ao longo do período de contrato.

De acordo com o Ministério da Cultura, o objetivo do programa é formar, treinar e capacitar profissionais e pesquisadores para atuar de forma técnica e científica no campo cultural, em especial das culturas populares e do patrimônio cultural.

Edição: Valéria Aguiar/Publicado em 10/07/2023 – 12:08 Por Fabiola Sinimbu – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Jacob Saud Filho deixa cargo

0

A Prefeitura de Pires do Rio comunicou oficialmente o desligamento do secretário municipal de infraestrutura, Jacob Saud Filho, por meio de nota divulgada nas redes sociais. Segundo a nota, o desligamento do secretário ocorreu devido aos seus projetos pessoais em andamento.
A administração municipal aproveitou para desejar sucesso ao ex-secretário e informou que em breve a prefeita Cida Tomazini anunciará o nome do novo responsável pela pasta.

Novo produto de limpeza

0

A fórmula de um novo produto de limpeza que está fazendo muito sucesso é de uma piresina.

O repórter Washington Luiz conversou com Marília Rezende, empreendedora de Pires do Rio e Bacharel em Biologia, que desenvolveu sua própria fórmula para criar um produto de limpeza inovador chamado “Orion”. Marília compartilhou os detalhes dessa criação em uma entrevista exclusiva ao Jornal Positivo, confira:

Novo produto de limpeza

0

A fórmula de um novo produto de limpeza que está fazendo muito sucesso é de uma piresina.

O repórter Washington Luiz conversou com Marília Rezende, empreendedora de Pires do Rio e Bacharel em Biologia, que desenvolveu sua própria fórmula para criar um produto de limpeza inovador chamado “Orion”. Marília compartilhou os detalhes dessa criação em uma entrevista exclusiva ao Jornal Positivo, confira:

Apesar de proibida, venda de cigarros eletrônicos continua

0

Apesar de ser proibida a comercialização, importação e propaganda de cigarros eletrônicos no Brasil, boa parte dos jovens brasileiros usa esse produto. A proibição foi determinada pela Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) número 46/2009 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Não há, portanto, autorização no Brasil para quaisquer dispositivos eletrônicos para fumar, os chamados DEFs, independentemente de sua composição e finalidade.

Em julho de 2022, a Anvisa manteve a proibição da importação e a venda dos DEFs, ou vapes, no Brasil, mas a compra continua ocorrendo pela internet e em pontos de venda do comércio, incluindo camelôs, além de festas e boates.

Nesta quinta-feira (6), a Anvisa reiterou à Agência Brasil que a importação de DEFs, acessórios, refis e essências desses produtos é proibida no Brasil e que o descumprimento da norma é passível de sanções. As penalidades previstas variam de advertência a multas, conforme a gravidade do fato e o porte da empresa, de acordo com o previsto nas leis nº 6437/77 e  9294/96. Em caso de propaganda irregular, além das penalidades, as empresas são notificadas a retirar o site com conteúdo irregular da internet.

No âmbito das ações de fiscalização, tendo como fundamento o princípio da descentralização político-administrativa, cabe primordialmente às vigilâncias sanitárias locais a fiscalização de tais produtos, conforme prevê o Artigo 7º da Lei nº 8.080 /1990, cominado com a Lei nº 9.782/1.999, que define o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. A Anvisa, contudo, “vem reforçando e integrando as ações de fiscalização em cooperação com estados e municípios e atuando na capacitação das vigilâncias sanitárias locais”. A Anvisa informou ainda que não possui competência legal para regular o uso individual de cigarro eletrônico.

De acordo com relatório divulgado em maio do ano passado pelo sistema Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, pelo menos um a cada cinco jovens de 18 a 24 anos usa cigarros eletrônicos no Brasil. Do mesmo modo, a última pesquisa Covitel, desenvolvida pela organização global de saúde pública Vital Strategies e pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), mostra que os adultos jovens apresentaram as maiores prevalências de experimentação de cigarro eletrônico (19,7%) e de narguilé (17%), no país, no ano passado. O consumo desses produtos é considerado modismo no Brasil e segue comportamento observado em outros países, como Estados Unidos e Reino Unido, onde é permitida a comercialização.

CDC

Estudo recente, divulgado no fim de junho pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), informa que as vendas mensais de cigarros eletrônicos aumentaram 46,6%, passando de 15,5 milhões de unidades, vendidas em janeiro de 2020, para 22,7 milhões, em dezembro de 2022 naquele país. Esse incremento considera somente as vendas de varejo, excluindo o comércio online.

A sondagem mostrou que os e-cigarros com sabores são os preferidos do consumidor, evoluindo de 29,2% para 41,3%. A indústria está também em franca expansão, diz o CDC. O número de marcas que oferecem produtos eletrônicos à base de tabaco subiu de 184 para 269, alta de 46,2%. Já a Pesquisa Nacional de Tabaco Juvenil de 2022, aponta que mais de 2,5 milhões de estudantes do ensino fundamental e médio dos Estados Unidos disseram usar o cigarro eletrônico, com um a cada quatro alunos relatando usar diariamente o vaporizador.

No Reino Unido, escolas estão trocando detectores de fumaça por sensores de calor para evitar o disparo de alertas, em razão do uso de vape pelos alunos, em especial nos banheiros das instituições, informou o jornal britânico Daily Mail. Na St George’s Academy em Sleaford, em Lincolnshire, a diretora Laranya Caslin estimou que um em cada quatro alunos na faixa etária de 11 a 18 anos deixa as aulas habitualmente para usar o e-cigarro, visando a aumentar os níveis de nicotina no organismo.

Perigos

Falando nesta quinta-feira (6) à Agência Brasil, o diretor executivo da Fundação do Câncer, cirurgião oncológico Luiz Augusto Maltoni, demonstrou preocupação com os perigos que o avanço desse tipo de derivado do tabaco entre os jovens brasileiros pode trazer para a saúde.

Na Europa e nos Estados Unidos, onde a venda é permitida, as indústrias argumentam que os vapes constituem uma maneira de as pessoas pararem de fumar. Maltoni afirmou que o argumento é falso e está fazendo o efeito inverso, que é atrair cada vez mais jovens para o hábito de fumar e o consumo de tabaco. “A permissão para vender o cigarro eletrônico tem criado uma nova onda de crescimento da indústria do tabaco no mundo.”

No Brasil, ele disse que o volume de jovens e adolescentes que já experimentaram o cigarro eletrônico em algum momento ou fazem uso desse produto só não é maior porque existe uma política no país que proíbe o cigarro eletrônico por normatização. “De certa forma, a gente ainda consegue manter índices muito inferiores aos de nações onde é liberada a venda”.

Convenção-quadro

Maltoni destacou a reativação da Convenção-Quadro da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o Controle do Tabaco, que tinha parado de funcionar durante a pandemia da covid-19 e vai voltar agora à carga total. A convenção é assinada por mais de 100 países que acordaram que o cigarro e seus derivados constituem item de grande prejuízo para a saúde no mundo e exige políticas de controle dos signatários. “O ideal é que a gente possa erradicar o tabagismo do mundo”. Na Convenção-Quadro, há uma série de determinações que devem ser cumpridas pelos signatários. Maltoni lembrou que o último relatório sobre controle de tabaco do mundo foi lançado pela OMS no Rio de Janeiro, porque o Brasil tinha atingido todos os níveis mínimos necessários para controle do tabaco no mundo. “Foi uma deferência ao Brasil como um dos países que mais avançaram no controle ao tabaco”. Uma das questões da convenção é o cigarro eletrônico.

De acordo com o CDC, é alarmante o número de casos de inflamação aguda de pulmão que o aumento do tabagismo tem provocado nos Estados Unidos. O diretor executivo da Fundação do Câncer afirmou que não há nenhum estudo clínico que demonstre que o cigarro eletrônico seja indutor da cessação do tabagismo. “Pelo contrário, nenhum [estudo] comprovou que é um método eficaz para a cessação. Existem outros métodos já estabelecidos, que incluem uso de medicamentos, antidepressivos, aconselhamento individual ou em grupo, uso de adesivos de nicotina de reposição para que o dependente vá reduzindo a dose. Tem uma série de mecanismos para ajudar o tabagista a parar de fumar”.

Maltoni insistiu que o cigarro eletrônico é um indutor e tem foco nos mais jovens para criar dependência. “E, a partir daí, ele se torna não só um consumidor do cigarro eletrônico, mas também do cigarro convencional. Ele ressaltou que, além de doenças pulmonares, as substâncias tóxicas presentes no cigarro tradicional e nos eletrônicos contribuem para as doenças obstrutivas crônicas (DOCs) e doenças cardiovasculares, além de vários tipos de câncer. “O cigarro eletrônico tem outro agravante. Como é um composto eletrônico, causa lixo que não é biodegradável, polui o ambiente, provocando um problema ambiental cada vez mais significativo”, disse o especialista.

Fora isso, há também um grande número relatado de explosões que deixam queimaduras em boa parte do corpo das pessoas, acrescentou.

Universidades

Além do trabalho de divulgação para ao público dos malefícios do tabagismo, em especial do cigarro eletrônico, junto a outros parceiros, como a Ecoponte, a Fundação do Câncer pretende expandir este ano as ações realizadas em universidades públicas e privadas, para sensibilizar professores, pais e alunos sobre como a questão do tabagismo é importante para a preservação da saúde.

Edição: Nádia Franco/Publicado em 07/07/2023 – 06:45 Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Título de cidadania Satacruzana

0

No último dia 29 de junho, a Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz de Goiás realizou Sessão Solene para entrega de Títulos Honoríficos de Cidadania Santacruzana para quatro homenageados: Valdeci Mendes do Nascimento, Walkir Silva, Eslei Lino da Silva e Maria Aparecida Caixeta.

A cerimônia contou com a presença dos vereadores, do prefeito Ângelo da Paz, dos convidados e imprensa.

O Presidente da Câmara, Vereador João Campos, ressaltou a importância desses títulos e a grandeza dos homenageados, que dedicaram uma parte significativa de suas vidas ao serviço público com zelo, dedicação e eficiência.

Diário de Goiás publicou nova pesquisa

0

Mendanha, Adriana e Vanderlan lideram preferência do eleitorado para prefeito de Goiânia em 2024

Dados constam em levantamento divulgado pelo pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quarta-feira (5).

Os nomes da deputada federal Delegada Adriana Accorsi (PT), do senador Vanderlan Cardoso (PSD) e do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, que pode se filiar em breve ao MDB, detém a preferência do eleitorado para Prefeitura de Goiânia nas eleições municipais de 2024, segundo levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quarta-feira (5).

No cenário com Gustavo Mendanha, ele aparece na frente, com 34% das intenções de voto. Adriana Accorsi e Vanderlan estão empatados com 16% dos votos. Na sequência, constam os nomes do deputado federal Gustavo Gayer (PL), com 12,1%; do atual prefeito Rogério Cruz (Republicanos), com 5,4%; do ex-deputado estadual Alysson Lima (PSB), com 2% e do atual presidente da Câmara Municipal, Romário Policarpo (Patriota), com 1,6%. Não sabem ou não responderam, 3,3%. Os que declaram votar branco, nulos ou que não votam são 9,6%.

A pesquisa estimulada apontou dois cenários, sendo um com Mendanha e outro sem, porque ele tem um impedimento jurídico para tentar reverter, pois a lei eleitoral não permite três mandatos consecutivos para o mesmo cargo do Poder Executivo.

Sem Mendanha, Adriana e Vanderlan estão empatados na margem de erro

Já no cenário sem o ex-prefeito de Aparecida, Vanderlan Cardoso lidera as intenções de voto, com 25,8%. Em segundo lugar, está Adriana Accorsi, com 18,9%. Dessa forma, ambos estariam tecnicamente empatados, por causa da margem de erro da pesquisa, que é de 3,6 pontos percentuais.

Em seguida, aparecem o ex-deputado federal Major Vitor Hugo (PL), com 12,6%; Rogério Cruz, com 7,9%; Alysson Lima, com 4,6%; a advogada Ana Paula Rezende, filha do ex-prefeito Iris Rezende, com 3,9% e Romário Policarpo (Patriota), com 3,2%. Os que não sabem ou não responderam somam 4,9% e aqueles que declaram votar branco, nulo ou que não votam são 18,3%.

A pesquisa ouviu 761 eleitores com 16 anos ou mais entre os dias 29 de junho e 3 de julho de 2023, por meio de entrevistas pessoais. A margem de erro é de 3,6 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/23.

Publicado por Diário de Goiás / Instituto Paraná Pesquisa

UniCesumar lança cursos técnicos

0

Pires do Rio: Faculdade UniCesumar lança cursos técnicos EAD

Técnico em Comércio Exterior, Técnico em Contabilidade, Técnico em Cooperativismo, Técnico em Serviços Jurídicos, Técnico em Secretaria Escolar inauguram a gama de cursos técnicos da Instituição

A UniCesumar – uma das maiores instituições de ensino do Brasil e presente em Pires do Rio desde 2018 – é uma das universidades que foram autorizadas pelo MEC (Ministério da Educação) para ofertar cursos técnicos na modalidade à distância e atender a demanda por qualificação em Pires do Rio, Ipameri e cidades vizinhas na região da estrada de ferro. Para inaugurar, a instituição lançou 5 cursos em diversas áreas de conhecimento:Técnico em Comércio Exterior, Técnico em Contabilidade, Técnico em Cooperativismo, Técnico em Serviços Jurídicos, Técnico em Secretaria Escolar. Para mais informações acesse: https://inscricoes.unicesumar.edu.br/

A novidade reforça a importância do ensino técnico para o desenvolvimento profissional de jovens e adultos, bem como, oportunidades de valorização no mercado de trabalho. Os cursos serão ofertados na modalidade EAD, com encontros ao vivo, com duração de 1 ano, realizada nos polos da UniCesumar.

Chamariz para currículo

De acordo com Tiago Stachon, vice-presidente de Educação Continuada da Vitru Educação (líder no setor educacional e detentora das marcas UniCesumar e Uniasselvi), independentemente de o estudante desejar seguir para uma faculdade ou para um emprego, esse tipo de educação o ajudará a se preparar para um futuro em que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente, competitivo e mutável. “A certificação técnica é um grande chamariz para qualquer currículo. Os cursos técnicos têm duração média de até dois anos, o que garante um acesso mais rápido a um diploma em diversas áreas que apresentam carência de profissionais”.

Guaracy Silva, Diretor de Novos Negócios da Educação Continuada da UniCesumar, reforça que a educação técnica pode ser realizada durante o ensino médio ou logo após a sua conclusão. Com isso, quem busca um curso técnico, demonstra que se preocupa com a sua carreira, estando disposto a gastar tempo, dinheiro e esforço para maximizar os seus conhecimentos, habilidades e competências. “O crescimento dos Cursos Técnicos é um fator favorável para a educação e bastante estimulante como forte preparação para o mercado de trabalho, ela já é vista pelos estudiosos da educação como ponte para o Ensino Superior”.

Qualificação emergente

Um estudo feito pela Fundação Roberto Marinho, Arymax e Itaú Educação e Trabalho analisou o papel da formação técnica na inclusão de jovens no mercado de trabalho. Tanto os jovens quanto as empresas concordam que a falta de qualificação é uma barreira na hora da contratação; 37% das empresas disseram que é difícil ou muito difícil contratar jovens do ensino médio. As principais dificuldades são falta de qualificação e de comprometimento. Já os jovens, apontam que a escola os prepara pouco ou nada para o mercado de trabalho.

Com a novidade, a UniCesumar se destaca ainda mais no setor educacional, já que apenas instituições de ensino com nota superior a 4 no IGC (Índice Geral de Cursos) foram autorizadas a ofertar cursos técnicos. A instituição também reforça, com mais essa novidade, seu compromisso com a melhoria da qualidade educacional e profissionalizante no Brasil.

Sobre a UniCesumar

Há mais de 30 anos no mercado educacional e desde 2022 como uma das marcas do grupo Vitru Educacional – primeira empresa catarinense de capital aberto na bolsa de valores em Nova Iorque, Nasdaq – a UniCesumar possui mais de 400 mil alunos em mais de mil polos de educação a distância (EAD) por todo o Brasil, e em quatro polos internacionais, também está presente em diversas cidades de Goiás e  desde 2018 nas cidades de Pires do Rio e Ipameri, na região da estrada de ferro. Recentemente, conquistou nota máxima no Conceito Institucional, o que a coloca em posição de excelência e entre os 10 maiores grupos educacionais privados do país.

Visite um polo Unicesumar EAD e Conheça o  programa de bolsas de estudo da Unicesumar para os cursos técnicos e de graduação EAD.

Pires do Rio: Av Castelo Branco, 164, Centro, Pires do Rio
Contato: 64 3461 2405
Ipameri: Rua Cel João Vaz, 06, Centro, Ipameri
Contato: 64 3491 1709

II Forró Show de Orizona – 2023

0

A Prefeitura de Orizona, realizou mais uma edição do Forró Show, uma das melhores e maiores festas juninas do interior do estado. Mantendo a tradição com apresentações de reconhecidos grupos de quadrilha, comidas típicas e shows artísticos o Segundo Forró Show foi realizado com êxito total.

STF julga a favor do piso da enfermagem

0

STF conclui julgamento a favor do piso da enfermagem no setor público

Pagamento do piso no setor privado fica condicionado a negociação.

O Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu, na noite desta sexta-feira (30), o julgamento sobre a validade do pagamento do piso salarial nacional para os profissionais de enfermagem. A maioria dos ministros votou a favor do pagamento conforme a lei para os profissionais que são servidores públicos da União, de autarquias e de fundações públicas federais.

O piso também fica valendo para servidores públicos dos estados e municípios e do Distrito Federal, além dos enfermeiros contratados por entidades privadas que atendam 60% de pacientes oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS). Será admitido o pagamento do piso proporcional à jornada.

Houve o impasse na votação para o pagamento aos profissionais celetistas, que trabalham em hospitais privados.

Venceu a proposta do relator do processo, ministro Luís Roberto Barroso, que determina que haja uma negociação coletiva prévia entre patrões e empregados como critério para o pagamento do piso. O argumento do ministro é evitar demissões em massa ou comprometimento dos serviços de saúde. Nesse caso, podem ser aplicados outros valores.

O voto de Barroso foi acompanhado pelos ministros Gilmar Mendes, Carmen Lúcia e André Mendonça, o último a depositar o voto no plenário virtual da Corte na noite de ontem.

O ministro Dias Toffoli divergiu do relator. Para ele, o pagamento do piso aos enfermeiros privados deveria ocorrer de forma regionalizada, conforme negociação coletiva da categoria em cada estado, devendo prevalecer o “negociado sobre o legislado”. Também votaram nesse sentido os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Fux e Nunes Marques.

Para os ministros Edson Fachin e Rosa Weber, o piso deveria ser garantido para todas as categorias de enfermeiros públicos e privados.

Piso nacional

O novo piso para enfermeiros contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) é de R$ 4.750, conforme definido pela Lei nº 14.434. Técnicos de enfermagem recebem, no mínimo, 70% desse valor (R$ 3.325) e auxiliares de enfermagem e parteiras, 50% (R$ 2.375). Pela lei, o piso vale para trabalhadores dos setores público e privado.

No ano passado, o pagamento do piso foi suspenso pelo STF devido à falta de previsão de recursos para garantir o pagamento dos profissionais, mas foi liberado após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva abrir crédito especial para o repasse de R$ 7,3 bilhões  para estados e municípios pagarem o piso.

Em maio, o relator, ministro Luís Roberto Barroso, estabeleceu regras para o pagamento do piso aos profissionais que trabalham no sistema de saúde de estados e municípios nos limites dos valores recebidos pelo governo federal. Na semana passada, o caso voltou a ser julgado após dois pedidos de vista diante de divergências apresentadas pelos ministros em relação à operacionalização do pagamento.

Edição: Valéria Aguiar/Publicado em 01/07/2023 – 13:00 Por Andreia Verdélio e André Richter – Repórteres da Agência Brasil – Brasília

Eurípedes do Carmo vem se fortalecendo no governo Caiado

0

Eurípedes do Carmo, Presidente da GoiásFomento, além de parceiro já consolidado junto ao governo de Ronaldo Caiado é também respeitado aliado que tem prestigio e confiança.

O trabalho técnico e político de muita cautela, experiência e habilidade têm sido importante na condução de uma das principais pastas do governo que é a GoiásFomento.

A GoiásFomento tem, cada vez mais, implementado medidas para facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenas empresas com exigentes recomendações do próprio Governador Ronaldo Caiado, que é sensível e entende a importância desses comerciantes, empresários e empreendedores na economia, geração de renda e empregos no estado.

O apoio necessário, na hora certa e em condições precisas para alavancar ou fortalecer um negócio em diversos ramos de atividades, esse é o perfil empreendido pelo atual presidente.

Seguindo essa recomendação e orientação na prestação de serviços e, principalmente na eleição de prioridades com qualidade, dedicação, cautela e critérios, a Agência de Fomento de Goiás, vem sendo conduzida com êxito total pelo experiente administrador e político, Eurípedes José do Carmo, a quem o Governador Ronaldo Caiado confiou essa importante missão no início de 2022.  

Reforma pode gerar alta de 60% na cesta básica

0

Reforma pode gerar alta de 60% em impostos de itens da cesta básica
Estados da região Sul serão os mais afetados, diz Abras.

A proposta de reforma tributária apresentada na semana passada pode provocar um aumento de 59,83%%, em média, nos impostos que recaem sobre a cesta básica e itens de higiene, de acordo com estimativa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O presidente da entidade, João Galassi, esteve hoje (1°), na capital paulista, com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para discutir os impactos da reforma sobre o setor.

Pelos cálculos da associação, os estados da região Sul serão os mais afetados, caso a reforma seja aprovada no Congresso Nacional, já que o aumento médio na tributação será de 93,5%. As regiões Centro-oeste e Sudeste aparecem logo em seguida na lista, com alta prevista de 69,3% e 55,5%. Para as regiões Norte e Nordeste, o incremento deve ser de 40,5%, 35,8%.

No levantamento, foram considerados produtos como arroz, feijão, carnes ovos, legumes, dentre outros. A Abras levou em conta a adoção reduzida em 50% sobre a alíquota padrão do IVA (Imposto sobre Valor Agregado) prevista de 25%, que está em discussão.

A possibilidade de haver encarecimento de produtos básicos já havia sido antecipada por especialista ouvido pela Agência Brasil. O texto relativo à reforma tributária tem como foco a simplificação e unificação de tributos sobre o consumo e a criação do Fundo de Desenvolvimento Regional, com montante de R$ 40 milhões, para destinar verba a projetos de estados com menos orçamento. O relator da matéria, que deve ser votada na Câmara dos Deputados esta semana, é o parlamentar Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Ao final da reunião, o secretário extraordinário da Reforma Tributária, Bernard Appy, rebateu os números da Abras, dizendo que o patamar de tributos que incidem sobre a cesta básica deverá permanecer na mesma linha do que existe hoje, mesmo com a reforma. Appy afirmou que o cálculo da associação “não informa”, e sim “desinforma”, porque deixa de fora parte dos efeitos positivos que o redesenho da tributação deve ocasionar.

“Primeiro, não é que estão dizendo que vai haver um aumento de 60% na cesta básica. O que eles estão dizendo é que a carga tributária, o montante que incide sobre a cesta básica teria um aumento de 60%, pelas contas deles. Por esse tipo de raciocínio, se eu tiver uma alíquota de 0,1% e ela for para 1%, aumentou 900%. Segundo, mesmo a conta que eles trouxeram está errada. Por quê? A conta que a Abras fez pegou simplesmente do ponto de vista da tributação atual da margem dos supermercados, na venda de produtos da cesta básica, do PIS Cofins, eles estimaram, com base nas alíquotas de cada estado, qual o impacto da adoção de uma alíquota que fosse 50% de uma alíquota básica, que é o que está previsto na PEC”, disse.

“Problema do cálculo deles: primeiro, não consideram todo o resíduo tributário correspondente a todas as etapas anteriores da produção e o custo tributário que incide nos produtos é o custo todo, desde o produtor até o consumidor, contando todo o imposto que é pago, inclusive o imposto que não é recuperado em todas essas etapas. Segundo ponto que falha no raciocínio deles: só olharam tributação da margem dos produtos da cesta básica, esqueceram de colocar no cálculo deles a redução de custos que os supermercados vão ter em função da cesta básica, pela recuperação de créditos que hoje eles não recuperam. Hoje, por exemplo, não recuperam crédito nenhum do imposto incidente na energia elétrica usada no supermercado, no serviço que ele usa de terceirização de mão de obra, no que compra para o seu ativo imobilizado. Todo o investimento que faz é tributado e eles não recuperam crédito”, acrescentou.

Edição: Valéria Aguiar / Publicado em 01/07/2023 – 15:02 Por Letycia Bond – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Palmelo entrega obras e faz festa

0

Prefeitura de Palmelo, realiza tradicional Festa Junina da cidade e entrega obras à população.

O Jornal Positivo, esteve nesta sexta-feira, dia 23 de junho, na cidade de Palmelo, acompanhando as tradicionais Festas Juninas da cidade que começaram na quarta-feira (21) e que irá até amanhã (24). Além de muitas apresentações culturais, a prefeitura da cidade entregou várias obras a população.

Confira reportagem com Lucas Pinheiro:

Inteligência artificial no Brasil

0

Nesta sexta-feira (23/06) às 8h na UEG de Pires Dio Rio, o Advogado Marcos Fernandes Sobrinho, estará apresentando importante trabalho, intitulado “uso da inteligência artificial (ia) no Brasil contemporâneo: riscos, desafios e perspectivas a direitos fundamentais”.

Ele vai discorrer sobre essa temática de fronteira no Direito, mas ainda não contemplada em nossas leis.

Esse trabalho será avaliado por uma banca presidida pelo professor Gleyzer Alves e Silva e acompanhada pelos professores: Wilson Clério Paulus e Arthur Bezerra de Souza Júnio.

Marcos Fernandes Sobrinho, formalizou convite aos interessados em participar, antecipando que será aberto ao público e adiantou em suas redes sociais que:  “Como provocação inicial, a última década, países expressivamente estáveis, do ponto de vista político, e forte apelo compromissado com a liberdade de expressão, presenciaram seus debates públicos se desconstruírem como se em um precipício caíssem.

Riscos, desafios e perspectivas a direitos fundamentais, decorrentes da Inteligência Artificial (IA), no Brasil contemporâneo, apresentam-se como merecedores de relevo, diante da forte tendência, senão realidade, dos processos produtivos incorporarem sistemas inteligentes, a fim de alavancá-los cada vez mais, sobretudo, diante da forte necessidade, imposta pelo mercado da otimização do tempo. 

Articulações entre IA e potenciais impactos à sociedade, sobretudo, a direitos humanos e fundamentais serão objetos centrais dessa apresentação seguida de diálogo”.

Verdadeiras obras de arte

0

Talento que transforma mão de obra em verdadeiras obras de arte.

osé Maurício Nascimento, vem se destacando com seu trabalho em peças de porcelanato. Extremamente competente e muito detalhista ele consegue fazer peças que transformam, embelezam e dão requinte aos mais diversos tipos de ambientes. Conheça um pouco mais desse trabalho na entrevista com o repórter Lucas Pinheiro:

Em busca da cura do câncer

0

O jovem Oséias, de Orizona, interior de Goiás, aluno do IF Campus de Urutaí, foi diagnosticado com um câncer extremamente raro e altamente agressivo.

Devido a urgência do seu quadro, agravado pela metástase, que já se espalhou por alguns órgãos vitais, agora ele luta contra o câncer, luta contra o tempo, luta contra a falta de recursos e luta também para conseguir o visto no passaporte para embarcar para os Estados Unidos e participar de um tratamento experimental.

Felizmente, surgiu a rara possibilidade de buscar a cura nos Estados Unidos, através de um tratamento com a tecnologia BTT, que consiste na indução de proteínas de choque térmico por meio de aumento da temperatura, de maneira controlada, pelo cérebro, desenvolvida por um médico brasileiro.

Se você quer ser um agente de esperança para o Oséias, está convidado a se informar através da reportagem detalhada do repórter Washington Luiz.

Veja a matéria:

Feira Criativa de Ipameri

0

1ª edição da Feira Criativa de Ipameri

A Prefeitura de Ipameri, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizará nos próximos dias 16 e 17 de junho, a 1ª edição da Feira Criativa, evento cultural e artístico que contará com a participação de diversos setores criativos.

A Feira visa estimular e dar maior visibilidade à cultura do artesanato, enfatizando a importância do trabalho dos artesãos locais.

O evento acontecerá ao lado da Biblioteca Municipal João Veiga e contará com diversos cursos de capacitação, como: cursos avançados de biojoias, cursos de cerâmica, cursos de bordado e cursos de flores decorativas com matéria-prima do cerrado além de muita música para animar o público e praça de alimentação.

Programação:

●Dia 16 de junho, das 13h às 17h ;

●Dia 17 junho, das 8h às 17h, com intervalo de duas horas para o almoço;

Praça de Alimentação a partir das 19h com show ao vivo todos os dias.

Para participar, o artesão deverá fazer sua inscrição na Loja Casa do Artesão “João de Barro” e os que possuem carteirinha do artesão, devem levá-la.

Coca-Cola lança bebida

0
Coca-Cola® e Riot Games lançam Coca-Cola® Ultimate Sem Açúcar, uma edição limitada (Foto divulgação).

Coca-Cola lança bebida em parceria com a desenvolvedora de League of Legends.

A Cola-Cola lançou um novo sabor da bebida, nomeada de “Creations”. A criação aconteceu em conjunto com a Riot Games, desenvolvedora do League of Legends. A Coca-Cola Ultimate Sem Açúcar traz aos fãs e jogadores a oportunidade de experimentarem o Taste of Experience Points (+XP) e ainda vai possibilitar a comemoração da jornada de cada gamer – mesmo para a estreia no Rift ou nas fases finais do Worlds em busca do Summoner’s Cup. 

“Estamos ansiosos para que os jogadores possam sentir o novo sabor do +XP, um sabor personalizado e único desenvolvido com a Coca-Cola, uma marca reconhecida em todo o mundo e amada por milhões”, disse David Mulhall, Líder de Negócios e Desenvolvimento de Parcerias da Riot Games. 

Além de saborear a Coca-Cola Ultimate Sem Açúcar, os jogadores de League of Legends podem desbloquear emotes Ultimate de edição limitada no jogo, por meio de uma série de missões.

“Com essa parceria com a Riot Games podemos aprimorar cada vez mais a plataforma da Coca-Cola Creations com um novo sabor que reforça nossa missão compartilhada de colocar fãs e jogadores na vanguarda de tudo o que fazemos”, disse Oana Vlad, diretora sênior de estratégia global na The Coca-Cola Company.

Por Diário de Goiás

GoiásFomento, crédito facilitado

0
Eurípedes do Carmo e Washington Luiz

Eurípedes do Carmo vem se destacando na presidência da GoiásFomento.

O apoio necessário, na hora certa e em condições precisas para alavancar ou fortalecer um negócio em diversos ramos de atividades, esse é o perfil empreendido pelo atual presidente.

A GoiásFomento tem, cada vez mais, implementado medidas para facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenas empresas com exigentes recomendações do próprio Governador Ronaldo Caiado, que é sensível e entende a importância desses comerciantes, empresários e empreendedores na economia, geração de renda e empregos no estado.

Seguindo essa recomendação e orientação na prestação de serviços e, principalmente na eleição de prioridades com qualidade, dedicação, cautela e critérios, a Agência de Fomento de Goiás, vem sendo conduzida com êxito total pelo experiente administrador e político, Eurípedes José do Carmo, a quem o Governador Ronaldo Caiado confiou essa importante missão no início de 2022.  

A equipe de reportagem do Jornal Positivo esteve com o presidente da Agência de Fomento de Goiás, Eurípedes do Carmo, que falou um pouco mais do trabalho realizado sob sua gestão.

Confira a reportagem:

Festa em louvor a Santo Antônio

0

Rio do peixe: Tradicional festa em louvor a Santo Antônio.

O Distrito do Rio do Peixe, município de Santa Cruz de Goiás, realizou, de quinta-feira (08/06) a domingo (11/06), mais uma vez, a tradicional festa em louvor a Santo Antônio, que acontece todos os anos no Distrito.

O repórter Lucas Pinheiro, esteve por lá e conversou com pessoas da comunidade local sobre o evento.

Confira a reportagem:

Teste do Pezinho

0
Governo de Goiás alerta para a importância do Teste do Pezinho em bebês, que pode ser feito gratuitamente pelo SUS, para diagnóstico de doenças raras (Foto: SES-GO).

Saúde reforça importância do Teste do Pezinho.

No “Dia Nacional do Teste do Pezinho”, a Secretaria de Estado da Saúde lembrou que o exame é feito em bebês gratuitamente, pelo SUS, para identificar doenças genéticas, endócrinas e metabólicas.

Dia 6 de junho, “Dia Nacional do Teste do Pezinho”, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) aproveitou a data para reforçar a importância do diagnóstico precoce de doenças raras.  Exame realizado gratuitamente pelo SUS permite a identificação de doenças genéticas, endócrinas e metabólicas. Bastam algumas gotinhas de sangue coletadas do calcanhar do bebê, entre o 3º e 5º dias de vida, para diagnosticar patologias como fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, hemoglobinopatias, fibrose  biotinidase e agora também a toxoplasmose congênita.

De acordo com o relatório anual de dados da Política Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), foram diagnosticadas 2.529 dessas doenças em Goiás, de 2001 a 2022, com a aplicação do Teste do Pezinho. O secretário da Saúde de Goiás, Sérgio Vencio, ressaltou a necessidade do exame.

“É gratuito, ofertado pelo Sistema Único de Saúde e essencial para a identificação precoce e tratamento adequado dessas doenças, podendo fazer grande diferença na vida das crianças”.

Em Goiás, o laboratório de referência para o Teste do Pezinho é o Serviço de Referência em Doenças Raras na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), em Anápolis. A unidade realiza, em média, 80 mil testes por ano e também oferece acompanhamento para essas doenças.

Diagnóstico precoce

O exame também pode ser realizado em unidades de Atenção Primária dos municípios e, caso seja o diagnóstico seja positivo em alguma análise, a SES-GO oferece tratamento e acompanhamento multidisciplinar dos pacientes.

Unidades como o Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), Hospital Estadual Dr. Alberto Rassi (HGG), Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad), rede de Policlínicas Estaduais e Vila São Cotollengo dispõem de profissionais especializados para o atendimento.

Salário de R$ 1 mil para estagiários

0

Seleção de estagiários do Governo de Goiás: últimos dias para inscrição.

Programa oferece 105 vagas, em mais de 40 áreas de conhecimento, para estudantes de ensino superior de instituições credenciadas no Programa de Estágio do Estado de Goiás. Salário é de R$ 1 mil. Seleção será por análise curricular.

Termina na próxima segunda-feira (12/06) o prazo para se inscrever no processo seletivo simplificado de estagiários do Governo de Goiás. A inscrição é gratuita e deve ser realizada no Portal de Seleção (selecao.go.gov.br).

São ofertadas 105 vagas, em mais de 40 áreas de conhecimento, para estudantes de ensino superior de instituições credenciadas no Programa de Estágio do Estado de Goiás. Os novos estagiários atuarão nos diversos órgãos e unidades do Executivo estadual.

Estagiários

O programa oferece bolsa estágio no valor de R$ 1 mil, além de R$ 100 de vale-transporte e seguro coletivo contra acidentes pessoais. Os aprovados terão jornada de estágio de quatro horas diárias, totalizando 20 horas semanais, no período matutino ou vespertino. O contrato será de no mínimo seis meses, podendo ser renovado por até dois anos.

Para participar da seleção, os candidatos devem estar matriculados e com frequência regular em instituições de ensino reconhecidas pelo MEC e conveniadas com o governo estadual para o programa de estágio.

Outro pré-requisito é estar cursando, no ato da contratação, no mínimo o segundo ano, no caso de curso de periodicidade anual, ou o 3º semestre, em formações de frequência semestral. O edital veda a participação de alunos que estejam no último período de faculdade.

A seleção dos candidatos será em etapa única, por meio de análise curricular. O resultado será divulgado no Portal de Seleção, em 23 de junho. Os candidatos com bom desempenho e que não tenham sido aprovados dentro do número de vagas terão seus currículos incluídos no Banco de Talentos do Estado, podendo ser chamados para vagas futuras.

Marcha Trans pede mais visibilidade

0

Marcha Trans ocupa ruas centrais de São Paulo e pede mais visibilidade.

Sexta edição do evento chama atenção para transgeneridade.

Nesta sexta-feira (9), o Largo do Arouche, no centro da capital paulista, foi palco de mais uma Marcha do Orgulho Trans da Cidade de São Paulo. Esta é a sexta edição do evento, que começou em 2018 e marca o mês do Orgulho LGBTQIA+. Neste ano, o tema da marcha foi a TRANSformação está em Marcha.

“A importância da marcha é colossal neste momento político do Brasil, com anos consecutivos das pessoas trans sofrendo imensas agressões. O Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo e essas pessoas não têm acesso ao trabalho, à escola e estão excluídas da sociedade. Então, a marcha é um grito de ‘olhem para a letra T da sigla LGBTQIA+’”, disse Pri Bertucci, que fundou a Marcha do Orgulho Trans e se identifica como uma pessoa trans não binária e não branca.

É preciso não só transformar a sociedade para entender o que é transgeneridade como também levar a transformação está em marcha para o próprio movimento LGBTQIA+, que tem preconceitos ainda com pessoas trans e negam seus direitos, afirmou Pri.

A Marcha do Orgulho Trans ocorre em sintonia com outros eventos ao redor do mundo como forma de protesto. Segundo os organizadores da manifestação, as demandas sociais, culturais, políticas, de direito e de cidadania apresentadas pelos homossexuais, masculinos, brancos, cisgêneros, não alcançam, por vezes, as urgências de pessoas travestis, não binárias, mulheres e homens transgêneros. Foi por isso que eles decidiram fazer um evento separado, sempre às sextas-feiras, antes da Parada do Orgulho LGBT+.

“Falta visibilidade para as pessoas trans que estão há mais de 20 anos na Parada do Orgulho LGBT+ [prevista para este domingo, na Avenida Paulista]. A ideia é que este seja um lugar de reivindicação, como acontece em todo o mundo, assim como ocorre com a Caminhada de Lésbicas e Bissexuais, que será amanhã (10). Esta é a ordem mundial: na sexta-feira ocorre a Marcha Trans; no sábado, a Caminhada Lésbica e Bissexual; e, no domingo, a Parada do Orgulho LGBT+”, explicou Pri Bertucci.

O evento é parte da programação da Parada [do Orgulho LGBT+], mas fala sobre a especificidade da população mais vulnerabilizada, que é a população transgênera do país, disse a secretária nacional dos Direitos da População LGBTQIA+ do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, Symmy Larrat. “Vamos sair junto com o pessoal, em marcha contra a transfobia e, desta vez, com o governo federal presente.”

Em entrevista hoje (9) à Agência Brasil e à TV Brasil, a secretária disse que o governo federal tem estudado a criação de uma política nacional de enfrentamento à violência contra pessoas LGBT e um programa de empregabilidade, educação e renda voltado para essa população.

“Esta é a população que mais é atingida pelo preconceito e pelo estigma. O preconceito exclui estas pessoas da família, da educação, da saúde e de acesso à proteção social básica. Precisamos mudar tal realidade porque o preconceito e o estigma estão matando essas pessoas”, acrescentou Simmy.

Ontem (8), ao participar da 22ª Feira Cultural da Diversidade LGBT+ em São Paulo, o ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, destacou a importância das ações de inclusão adotadas pelo governo. “Tenho orgulho de fazer parte de um lugar no mundo que respeita as pessoas, que respeita a identidade de gênero, a orientação sexual, a maneira como as pessoas existem”, afirmou. “Que venhamos somar esforços para que vocês possam existir na sua dignidade, com emprego, renda, segurança, liberdade. Uma liberdade com responsabilidade, como vocês sempre fizeram, respeitando os outros e que merecem ser respeitados também.”

Público

Entre os participantes do evento, estava o influenciador Rafael Pascoal Neves Brunelli, que se identifica como pessoa não binária e pansexual, podendo usar tanto os pronomes femininos quanto masculinos. “Sou uma pessoa não binária, ou seja, me identifico como homem ou mulher, permeando esses dois espectros e me encontrando e me expressando como quero. Sou também pansexual, me atraindo afetiva ou sexualmente por todos os gêneros, corpos ou vivências”, afirmou.

Rafa, como prefere ser chamado, diz que uma das dificuldades que encontra por se identificar como pessoa não binária é a limitação de acesso a determinados espaços físicos. “Há uma limitação de lugares que podemos acessar. Um exemplo básico é o banheiro de estabelecimentos públicos, que tem a divisão de masculino e banheiro feminino. Eu poderia ir aos dois porque me identifico como pessoa não binária. Se eu for ao banheiro feminino, não serei aceito, mas eu sempre falo: ‘em sua casa, no ônibus ou no avião não existe divisão de banheiro, não cabendo dividi-lo entre homens e mulheres’”, reclamou.

Já o jardineiro e paisagista Victor Yoshimi, trans masculino, vê outras dificuldades no fato de se identificar como pessoa trans. Yoshimi cita a questão da saúde pública. “Eu cito muito a saúde pública porque nós, trans masculinos, não somos vistos. Talvez pelos hormônios, adquirimos uma fisionomia masculina muito cedo, e então ninguém nos vê. Não temos muito acesso ao sistema público de saúde, o que muito pouco visto ou lembrado. Ninguém pensa em como é a minha saúde, como é a minha saúde íntima, como vou lidar com isso.”

Para Yoshimi, a marcha é importante porque, dentro de toda a sigla LGBTQIA+, as pessoas trans são as mais invisibilizadas, as mais marginalizadas”, acrescentou.

Violência e saúde mental

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo para as pessoas trans, segundo a Associação Nacional dos Travestis e Transexuais (Antra). No ano passado, pelo menos 131 pessoas trans foram assassinadas em todo o país, diz a Antra. Entre os anos de 2017 e 2022, desde que a associação começou a fazer o levantamento, 912 pessoas trans e não binárias foram mortas no Brasil.

Esse tipo de violência afeta também a saúde mental das pessoas trans, indica pesquisa desenvolvida pela Universidade de Duke, nos Estados Unidos. Conforme o estudo, mais da metade das mulheres transgênero no Brasil (58,3% do total) já teve pensamentos suicidas. De acordo com a professora de psicologia do Instituto Federal do Rio de Janeiro, Jaqueline Gomes de Jesus, isso não é provocado pela identidade de gênero ou orientação sexual dessas pessoas, mas pela violência da qual elas são vítimas.

“O que me chamou muito a atenção foi a questão da bifobia no Brasil. Não esperava que tantas pessoas bissexuais, mais de 60% delas, tivessem, por exemplo, sido obrigadas pela família a ter relações sexuais com pessoas que eles não queriam”, disse Jaqueline, que é presidente da Associação Brasileira de Estudos da Trans-Homocultura (ABETH. Em entrevista hoje à Agência Brasil, ela citou o fato de muitas pessoas trans, principalmente mulheres, não terem oportunidade de trabalho no país. “Aqui no Brasil tem muita violência letal, assassinatos [de pessoas trans]. E isso gera tensão e transtorno de estresse pós-traumático.”

Jaqueline acrescentou que, com base nesses dados, podem ser propostas políticas públicas e tratamentos baseados na adequação de cada país ou de cada cultura ou grupo pesquisado. “Precisamos de apoio da rede pública de saúde e de formação e treinamento das pessoas [da área]. Também precisamos — e este é um projeto que quero desenvolver — de primeiros socorros em saúde mental, para capacitar pessoas da comunidade para uma escuta qualificada, conhecer a rede que já existe e que saibam diferenciar ansiedade de depressão, por exemplo.”

Para ajudar a combater a violência contra a população trans e LGBT+, um grupo de pais e de mães fundou, há cerca de 15 anos, a organização Mães pela Diversidade, esteve hoje da Marcha Trans, convocando a população a participar, dizendo: “Vem, vem com a gente, vem fazer um Brasil diferente”.

“Criamos esse movimento para lutar pelos direitos civis, que não existiam. E participamos de todas as grandes lutas, da criminalização [da violência contra LGBTs) ao casamento [entre pessoas do mesmo sexo], da doação de sangue ao nome social. O Mães pela Diversidade tem três pilares: o acolhimento, porque essas famílias chegam a nós destruídas; a comunicação e informação; e a inclusão”, explicou presidente do movimento, Maria Julia Giorgi.

Há oito anos, o Mães pela Diversidade abre a Parada do Orgulho LGBT+. Neste domingo, o grupo fará isso novamente, mas substituindo as cores do arco-íris do movimento LGBT+ pelas cores verde, amarela, azul e branca, buscando fazer um resgate da bandeira do Brasil.

A bateria da escola de samba paulistana Vai-Vai também estará na parada. “A LGBTfobia não atinge apenas a pessoa LGBT, ela destrói famílias. Inclusive, é por isso o orgulho. As pessoas não entendem o que quer dizer o orgulho. O orgulho é para se contrapor à vergonha que a sociedade quer que a gente sinta. Estamos aqui para dizer que não temos vergonha. Temos orgulho e podemos andar de cabeça erguida porque nossa luta é de amor: é por amor aos nossos filhos, para que eles possam amar. Não temos que ter vergonha de nada”, enfatizou Maria Julia.

“Criamos esse movimento para lutar pelos direitos civis, que não existiam. E participamos de todas as grandes lutas, da criminalização [da violência contra LGBTs) ao casamento [entre pessoas do mesmo sexo], da doação de sangue ao nome social

O Mães pela Diversidade tem três pilares: o acolhimento, porque essas famílias chegam a nós destruídas; a comunicação e informação; e a inclusão”, explicou presidente do movimento, Maria Julia Giorgi.

Há oito anos, o Mães pela Diversidade abre a Parada do Orgulho LGBT+. Neste domingo, o grupo fará isso novamente, mas substituindo as cores do arco-íris do movimento LGBT+ pelas cores verde, amarela, azul e branca, buscando fazer um resgate da bandeira do Brasil.

A bateria da escola de samba paulistana Vai-Vai também estará na parada. “A LGBTfobia não atinge apenas a pessoa LGBT, ela destrói famílias. Inclusive, é por isso o orgulho. As pessoas não entendem o que quer dizer o orgulho. O orgulho é para se contrapor à vergonha que a sociedade quer que a gente sinta. Estamos aqui para dizer que não temos vergonha. Temos orgulho e podemos andar de cabeça erguida porque nossa luta é de amor: é por amor aos nossos filhos, para que eles possam amar. Não temos que ter vergonha de nada”, enfatizou Maria Julia.

Edição: Nádia Franco / Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Copa mundial de foguetes nos EUA.

0

Universidades brasileiras disputam copa mundial de foguetes nos EUA.

Evento ajuda a promover projetos aeroespaciais de estudantes.

Cinco equipes formadas por estudantes de universidades públicas brasileiras participarão da Spaceport America Cup, maior competição de foguetes e satélites do mundo. O torneio será realizado entre os dias 19 e 24 deste mês, em três cidades do estado do Novo México, nos Estados Unidos. As instituições brasileiras representadas são as universidades Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Federal de Santa Catarina (UFSC), de São Paulo (USP) e de Brasília (UnB).

O evento envolverá 158 times de 24 países diferentes. A competição é dividida em 6 categorias, de acordo com o tipo de motor usado (comercial ou desenvolvido pela própria equipe) e a distância alcançada pelo foguete. As equipes Minerva Rockets e Sats (UFRJ), GFRJ (UERJ) e Kosmos Rocketry (UFSC) vão competir na categoria de foguetes com motor sólido, de desenvolvimento próprio, que chegam a 3 quilômetros (km) de altura. As equipes Capital Rocket (UnB) e Projeto Jupiter (USP) entram na categoria de foguetes com motor híbrido/líquido, de desenvolvimento próprio, que atingem 3 quilômetros de altura.

A estudante de Astronomia Júlia Siqueira, de 26 anos, é a presidente da Minerva Rocket e Sats, da UFRJ, que foi fundada em 2016, e participa da competição com o foguete Aurora, de 3 metros e 10 cm, e o nanossatélite de experimentos astrobiológicos (MicrobioSat). Segundo Júlia, o grupo precisa desenvolver toda a parte da estrutura e dos componentes eletrônicos. O processo é complexo, mas enche a estudante de orgulho.

“Estudei a vida toda em escola pública. Quando eu imaginaria que entraria em uma universidade federal e desenvolveria um foguete? Quando a gente olha assim, de longe, parece algo extremamente difícil, muito longe da realidade. Parece que você tem que ser um gênio para desenvolver. E não, qualquer pessoa que tiver interesse pode chegar lá, pode aprender e ter a oportunidade de levar o projeto para um cenário mundial e apresentar para as maiores empresas aeroespaciais do mundo. A gente bate de frente com grandes universidades, como MIT, Stanford e Columbia.”.

Júlia ressalta que, como a UFRJ não tem curso de engenharia aeroespacial, o grupo acaba sendo multidisciplinar, com pessoas de áreas que vão da administração até a eletrônica. Para a estudante, este é um diferencial na competição, assim como a dedicação dos participantes. Além do desenvolvimento dos foguetes, é preciso cuidar da vida pessoal, dos estudos na universidade e de atividades como iniciação científica e dos estágios profissionais. Em meio a essa maratona diária, os estudantes acumulam conhecimentos que transcendem o ambiente acadêmico.

“O que a gente faz ali modifica as pessoas. Para mim, mudou completamente a forma como encaro todas as outras áreas da minha vida em questão de responsabilidade, compromisso, dedicação, de ter que me virar, de fazer acontecer. Desenvolver uma tecnologia complexa de forma barata, no dia a dia, dentro da universidade, traz outro panorama do que é possível fazer. A gente não faz brinquedo, faz tecnologia de verdade”, afirma a estudante.

Edição: Nádia Franco / Por Rafael Cardoso – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro.

Primeiro caso de superfungo Candida auris

0

São Paulo confirma primeiro caso de superfungo Candida auris

Paciente está internado em Campinas

O estado de São Paulo confirmou o seu primeiro caso do superfungo Candida auris em um paciente neonatal do Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), na cidade de Campinas.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1537500&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1537500&o=node

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, a presença do fungo foi detectada no dia 18 de maio, após exames realizados em um paciente, que está sendo acompanhado por equipe médica, tendo boa evolução clínica. O nome dele não foi informado.

Agente patológico

Em nota, o estado informou que, até o momento, nenhum profissional ou outro paciente foi diagnosticado com o agente patológico e que a unidade seguirá com novos rastreamentos e reforço das medidas já adotadas.

“Todas as medidas de contenção da disseminação estão sendo adotadas, com ampla investigação em relação aos profissionais e pacientes do hospital”, informa o comunicado.

Segundo o Ministério da Saúde, o superfungo Candida auris foi identificado pela primeira vez como causador de doença em humanos em 2009, no Japão.

A levedura – tipo de fungo que possui apenas uma célula – causa grande preocupação nas autoridades sanitárias por ser resistente diante da maioria dos fungicidas existentes. Em alguns casos, a todos. Isso levou a espécie a receber o apelido de superfungo.

Edição: Kleber Sampaio / Publicado em 08/06/2023 – 13:55 Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Dia de Fé e Celebração em Santa Cruz e Rio do Peixe

0

O dia de Corpus Christi é uma data muito importante para a Igreja Católica, pois celebra a presença real de Jesus Cristo na Eucaristia. A celebração de Corpus Christi se espalhou pelo mundo inteiro, sendo comemorada com Missas Solenes, Procissões e outras manifestações de Fé. É um momento de renovação da Fé na presença de Cristo na Eucaristia, na sua entrega total na cruz e na sua ressurreição para dar a vida eterna. A celebração de Corpus Christi também é marcada pela beleza das Procissões, na qual a Hóstia Consagrada é levada em uma custódia, geralmente ornamentada com flores e outras decorações. Esse gesto é uma forma de afirmar publicamente a importância da Eucaristia na vida dos fiéis e de mostrar para a Fé em Jesus Cristo. Além disso, essa data convida a refletir sobre a necessidade de cultivar a vida espiritual e a buscar uma maior comunhão com Deus. A Eucaristia é um Sacramento que fortalece e ajuda a vencer as tentações do mundo, inspirando a viver de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo. Portanto, a comemoração do dia de Corpus Christi é um momento de profunda conexão entre os fiéis e a Igreja, de renovação da Fé e de testemunho público da veneração pela Eucaristia. É uma ocasião especial para que haja demonstração de devoção a Jesus Cristo, presente na Hóstia consagrada. Em Santa Cruz e no Distrito do Rio do Peixe a repórter Gabriele Souza, acompanhou este dia de celebração. Confira na reportagem:

Entrevista com a Deputada Adriana Accorsi.

0

No último sábado, 27/05, a deputada federal Adriana Accorsi (PT), esteve nas Cavalhadas de Santa Cruz de Goiás, visitou o estúdio do Jornal Positivo no evento e concedeu uma entrevista ao repórter Washington Luiz, confira:

Universitários de Pires do Rio visitaram Tribunais em Brasília.

0

Alunos da Faculdade do Sudeste Goiano – FASUG e da UEG polo Pires do Rio tiveram uma enriquecedora visita acadêmica aos tribunais em Brasília nesta quinta-feira (01/06). Entre eles, destacou-se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) onde foram recepcionados pelo Ministro Alexandre de Moraes, que preside o TSE e é também Ministro do Supremo Tribunal Federal. Foi uma oportunidade única de aprendizado e interação com importantes instituições do cenário jurídico nacional.

Veja detalhes com o Dr. Paulo Henrique:

A vitoriosa carreira do peão Fabrício Moraes.

0

Múcio Ribeiro, repórter do Jornal Positivo, esteve em Orizona, interior de Goiás, para conhecer um pouco mais da história, da vida, das conquistas e desafios do peão de rodeio, Fabrício Morais, que hoje é considerado um dos maiores nomes da competição em touros, muito jovem com impressionante currículo vitorioso. Um verdadeiro campeão. Durante a entrevista, Fabrício compartilhou detalhes de sua vida e trajetória de sucesso. Sua paixão pelos touros começou desde criança, quando ainda ajudava seus pais em uma propriedade rural. Com muita determinação e treinamento árduo, o jovem competidor viu sua carreira decolar, trazendo inúmeras conquistas e reconhecimentos ao longo dos anos. Além de seu impressionante desempenho na arena, Fabrício é um exemplo de humildade e respeito pelo próximo. Ele dedica seu tempo livre para apoiar programas sociais em sua comunidade, ajudando a transformar a vida de muitas famílias carentes. Sem dúvida, a trajetória de Fabrício Morais inspira a todos que desejam alcançar seus sonhos e se dedicar a uma causa maior. Seu inquestionável talento e espírito de solidariedade são exemplos de como o esporte pode ser usado como uma ferramenta transformadora para o bem-estar da sociedade.

Veja a matéria:

Elisa Ortega, pouca idade e muitas conquistas.

0

Elisa Ortega a princesa da prova dos Três Tambores

Com apenas 11 anos de idade, Elisa Ortega já impressiona pelas conquistas, vitórias, desempenho e quantidade de medalhas e troféus conquistados em competições dos “Três Tambores”. Sua trajetória é diferente, bonita e longa, mesmo com a pouca idade, resultado de apoio da família, talento e dedicação. Em uma visita a Orizona, o repórter Ygor Meireles teve a oportunidade de conhecer mais sobre essa campeã extraordinária.

Veja matéria:

João Lucas venceu mais uma competição

0

João Lucas, atleta mirim de Pires do Rio, 10 anos de idade, sagrou-se Campeão de uma das mais importantes e disputadas competições realizada em Três Ranchos, Goiás, na categoria de 12 a 14 anos.
A competição, também é conhecida como a mais “casca grossa” do sudeste goiano.
O piresino João Lucas, percorreu 30 km com altimetria de 750 e ganhou mais uma medalha de ouro.

MDB volta a governar Goiás

0

Após duas décadas, MDB volta a governar Goiás.

Pai de Daniel, Maguito foi o último governador eleito pelas urnas nas eleições 1994 e ocupou o cargo até maio de 1998 quando renunciou para disputar o Senado Federal.

Mesmo que por pouco tempo, pelo menos até o próximo domingo (24), o MDB voltará a governar Goiás com o vice-governador Daniel Vilela assumindo o comando do Palácio Pedro Ludovico de forma interina. O retorno ao poder se dá 25 anos após a legenda deixar o governo onde esteve por 16 anos consecutivos.

De 1983 a 1994, o MDB conquistou todas as eleições que disputou até perder a dinastia em 1998 com o pleito vitorioso do tucano Marconi Perillo (PSDB). Antes disso, Iris Rezende (duas vezes), Henrique Santillo e Maguito Vilela governaram Goiás a partir das urnas eletrônicas. 

Outros políticos como Onofre Quinan, Agenor Rezende, Naphtali Alves e Helenês Cândido assumiram por curtos e médios períodos a partir de licenças dos titulares. Agenor, por exemplo, ficou um ano frente ao cargo e assumiu, em 1994, para que Iris Rezende pudesse concorrer ao Senado Federal.  

Curiosamente, o retorno do MDB ao poder também marca a volta de um Vilela a titularidade do Palácio Pedro Ludovico. Pai de Daniel, Maguito foi o último governador eleito pelas urnas nas eleições 1994 e ocupou o cargo até maio de 1998 quando renunciou para disputar o Senado Federal.

POR DIÁRIO DE GOIÁS

Filha de Michelle recebe cargo com salário de R$ 13 mil

0

Filha de Michelle Bolsonaro recebe cargo com salário de R$ 13 mil em Brasília; veja detalhes

Emprego foi dado pelo governador de Santa Catarina, Jorginho Melo, do PL.

A filha de Michelle Bolsonaro, de 20 anos, Letícia Firmo, acaba de ser nomeada pelo Governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL-SC), para um cargo em Brasília que pagará um salário de R$ 13 mil. Apesar de não ter experiência profissional, a filha da ex-primeira-dama ganhará muito mais do que a maioria dos especialistas ou trabalhadores brasileiros.

De acordo com o portal UOL, a filha de Michelle Bolsonaro é a quarta familiar a ser empregada por políticos bolsonaristas apenas neste ano. Conforme consta, a nomeação de Letícia dá a ela, o cargo de assistente de gabinete da Secretaria de Articulação Nacional, que atua em Brasília.

Em resposta à contratação, o governo de Santa Catarina afirmou que Letícia Firmo é qualificada para o cargo e que “será cobrada como todos os colaboradores e terá os mesmos direitos dos demais”. A filha de Michelle Bolsonaro cursou direito até o segundo semestre e, agora, estuda gestão pública.

Os outros três familiares de Michelle que ganharam cargos neste ano são o irmão, que está no governo de São Paulo, uma irmã que atua no gabinete da senadora Damares Alves (Republicanos-DF) e o genro, namorado de Letícia, motorista do senador Jorge Seif (PL-SC).

POR DIÁRIO DE GOIÁS.

5ª Volta do Campus Urutaí

0

Inscrições abertas.

Olá atleta, dia 18 de junho de 2023, às 08:00 h, no Campus do Instituto Federal Goiano, na cidade de Urutaí – GO, será realizada a 5ª Volta do Campus Urutaí, uma das provas de corrida de rua mais aguardada pelos atletas.


Serão 7 km o percurso da corrida (Percurso) e 5 km o percurso da caminhada.
Serão premiados com medalha todos aqueles que concluírem o desafio. Também teremos premiação em troféus (geral e faixas etárias) e dinheiro.


Haverá kit do atleta, pontos de hidratação, cronometragem eletrônica sporttimer e sorteio de brindes.


Também teremos a Corrida Kids (para menores de 14 anos). Faça a sua inscrição até o dia 18 de maio e garanta a camiseta personalizada do evento. Link para inscrições e informações: https://sporttimer.com.br/volta-campus-urutai

Inscrições abertas para a 5ª Volta do Campus Urutaí

0

Olá atleta, dia 18 de junho de 2023, às 08:00 h, no Campus do Instituto Federal Goiano, na cidade de Urutaí – GO, será realizada a 5ª Volta do Campus Urutaí, uma das provas de corrida de rua mais aguardada pelos atletas.


Serão 7 km o percurso da corrida (Percurso) e 5 km o percurso da caminhada.
Serão premiados com medalha todos aqueles que concluírem o desafio. Também teremos premiação em troféus (geral e faixas etárias) e dinheiro.


Haverá kit do atleta, pontos de hidratação, cronometragem eletrônica sporttimer e sorteio de brindes.


Também teremos a Corrida Kids (para menores de 14 anos). Faça a sua inscrição até o dia 18 de maio e garanta a camiseta personalizada do evento. Link para inscrições e informações:
  https://sporttimer.com.br/volta-campus-urutai

Insônia: remédios inadequados preocupam

0

Insônia: especialistas alertam para riscos de remédios inadequados

Medicamentos para o sono sem prescrição podem causar efeitos negativos.

“Minha insônia começou quando mudei de trabalho e passei a ficar 100% home-office” [escritório de casa]. O que poderia ser uma facilidade foi o início dos episódios de insônia para a jornalista Poliana Bollini Marques, de 49 anos. “Apesar de todas as facilidades e de não precisar mais acordar antes das seis horas da manhã, meu horário de dormir ficou bem complicado e só conseguia adormecer por volta das três da madrugada”, recorda.

Poliana conta que ficou um tempo sem se tratar. “Fiquei um bom tempo assim e atribuindo a insônia a mudança no trabalho. Eu simplesmente não tinha sono. Até hoje é muito raro. Mesmo quando ia dormir tarde e acabava acordando cedo, durante o dia não sentia – e ainda não sinto – sono”.

O Estudo Epidemiológico do Sono de São Paulo (Episono), conduzido pelo Instituto do Sono, apontou que 45% das pessoas queixam-se de insônia ou dificuldade para dormir em São Paulo. A mesma pesquisa revelou que 15% dos paulistanos sofrem de insônia crônica.

A insônia é definida com a insatisfação em relação à qualidade e\ou quantidade de sono, podendo se manifestar como a dificuldade em iniciar o sono, assim chamada de insônia inicial; dificuldade em manter o sono: presença de despertares ao longo da noite, chamada de insônia de manutenção; ou pode se manifestar por um despertar antes do horário previsto, com dificuldade de retornar ao sono, chamada de insônia do despertar precoce.

“A insônia crônica é quando acontecem episódios pelo menos três vezes por semana durante o mínimo de três meses, com consequências diurnas, associada à perda de concentração, alteração de memória, irritabilidade, perda de produtividade, normalmente consequências desse sono fragmentado”, explica a pneumologista e especialista em sono Luciane Luna de Mello, do Instituto do Sono. Um período inferior a este, isto é, por um mês ou menos é insônia aguda.

A insônia pode estar associada a outras doenças como depressão, ansiedade, doenças neurológicas e situações de dores crônicas, por exemplo. “Além disso, também pode estar associada a hábitos, comportamentos inadequados que não favorecem o relaxamento e o início do sono como o uso de excessivo de telas – especialmente próximo do horário de dormir, consumo excessivo de café ou bebida alcoólica, alimentação pesada ou gordurosa antes do horário de dormir”, disse a neurologista Marcia Assis, vice-presidente da Associação Brasileira do Sono (Absono).

A prática de atividade física próxima ao horário de dormir e as condições do ambiente de dormir como temperatura e ruídos, ou ainda ter um parceiro de cama que ronca, podem perturbar o sono, completa a neurologista. “Até mesmo outra doença do sono pode estar associada à insônia e causar a piora da qualidade do sono como a Apneia do Sono”, acrescenta a neurologista.

Impactos

“A insônia tem um impacto absolutamente importante na sociedade, impacta no dia a dia, na produtividade e na saúde das pessoas”, alerta a médica Luciane Luna de Mello, do Instituto do Sono. Segundo a especialista, a insônia ainda pode diminuir a imunidade e piorar a condição clínica. “Esses indivíduos podem ter ainda uma irritabilidade, inclusive com quadros neurológicos ou psiquiátricos associados a esse processo de insônia, que podem gerar processos psiquiátricos. Outras vezes a insônia é gerada por doenças psiquiátricas, como causa secundária”, explica.

Poliana Bollini Marques procurou ajuda quando percebeu os prejuízos que a falta de sono causava durante o dia. “Muito cansaço, memória ruim, um pouco de irritabilidade e pouca produtividade. Fora o incômodo, tristeza mesmo, de ficar acordada todo dia até às três horas da manhã”, relembra.

Mas, antes de procurar ajuda, ela tentou medicamentos por conta própria. “Fiz uso de melatonina sem prescrição médica. Foram meses tomando e nada de resultados. Achei que melatonina era para insônia, mas hoje eu sei que ajuda em casos de jet lag [mudança de fuso horário que provoca alterações dos padrões de sono], por exemplo. Melatonina não é tratamento para insônia. Além da melatonina, tomei remédios fitoterápicos. Como um só não funcionava, às vezes tomava dois ou três. Nada adiantou”, conta a jornalista.

Mesmo com tantas ofertas de medicações para induzir ao sono, a automedicação não é uma solução a longo prazo, explica a especialista Luciane de Mello. “Muitos indivíduos com automedicação chegam no consultório até viciados em remédios que não vão ser os mais adequados para aquele quadro”.

Entre os medicamentos tomados por conta própria estão os fitoterápicos. “Muitos fitoterápicos não têm o efeito sobre o sono adequado, muitos não têm confirmação científica de que atuam sobre o sono. Na literatura [médica], o que tem uma confirmação melhor é a valeriana [planta medicinal]. Mas tem que ser adequada para um quadro leve de insônia ou para indivíduos mais jovens”, observa Luciane.

A médica adverte que as medicações não são isentas de efeitos colaterais. “É preciso ter cuidados porque toda medicação é substância química e, mesmo a substância natural tem suas substâncias intrínsecas e que vão fazer algum tipo de efeito, algumas consequências relacionadas ao uso indiscriminado e em quantidades que não devem ser usadas”, frisou.

Melatonina

“A melatonina não é uma substância recomendada para o tratamento da insônia”, alerta a neurologista Marcia Assis, vice-presidente da Absono. “A melatonina é um hormônio e não é utilizada para tratar a insônia”.

A especialista esclarece que existem doenças do sono e situações médicas especiais que a melatonina pode ser indicada pelo médico, “porém, não deve ser usada por conta própria e menos ainda para tratar a insônia, pois não é recomendada. A tentativa, sem orientação, de tratar a insônia pode apenas mascarar os sintomas e provocar o estado crônico”, adverte a neurologista.

Márcia ressalta que existem medicamentos aprovados e recomendados para os diversos tipos de insônia, mas que o tratamento considerado padrão ouro para a insônia é a Terapia Cognitivo Comportamental para a Insônia (TCC-I).

“As terapias medicamentosas e não medicamentosas podem ser associadas. Deve-se lembrar que a TCC-I é realizada pelo profissional da psicologia especializado em sono. Além disso, a higiene do sono dever ser estabelecida para os melhores resultados”.  

Tratamentos

Poliana vem se tratando com a TCC, indicação de uma otorrinolaringologista,  especialista em medicina do sono. “Foi um divisor de águas! Ela me orientou, me ensinou sobre a higiene do sono e fiz Terapia Cognitiva Comportamental. Também procurei uma psiquiatra, pois a pandemia prejudicou ainda mais meu sono. Hoje, tomo uma medicação, o cloridrato de trazodona, e faço acompanhamento com a psiquiatra e a psicóloga”.

Para ela, o que falta agora é fazer exercícios físicos, “pois eles ajudam muito em toda a nossa saúde. Além disso, tenho 49 e anos e percebo que estou entrando na perimenopausa. Outra fase que mexe com o sono. Vou incluir a ginecologista nesta etapa como mais uma ajuda para cuidar do meu sono. Me sinto muito melhor, mas ainda tem ajustes, pois as fases da vida estão mudando e é preciso prestar atenção, sempre”, alerta.

A terapia tem como base a higiene do sono, um conjunto de práticas que prepara o organismo para dormir. Entre as orientações, os especialistas indicam aos pacientes sair da cama, quando despertam no meio da noite, ficam ruminando ideias e não conseguem dormir. Em outro ambiente, devem se dedicar a uma atividade relaxante, como a leitura de um livro, meditação ou realizar técnicas de respiração para que mudem o pensamento e consigam adormecer. “Assim, o cérebro vai associar a cama ao sono e não à insônia”, ressalta a médica Luciane Luna de Mello.

Higiene do sono

Para todos que apresentam insônia ou não, cuidar dos hábitos antes de dormir é fundamental para uma boa noite de sono. Baseadas na higiene do sono, as médicas Luciane Luna de Mello e Marcia Assis mostram como hábitos adequados podem ajudar as pessoas a dormir melhor.

• Mantenha uma rotina: estabeleça horários para o sono, a alimentação, os exercícios físicos, o lazer, o trabalho e as atividades com a família.

• Não leve o notebook ou celular para cama: Eletrônicos provocam aumento do estado de alerta, além da luminosidade dificultar o início do sono.

• Desacelere antes de dormir: pelo menos uma hora antes de se deitar faça uma atividade relaxante: tome banho, leia, ouça música, faça meditação ou qualquer outra atividade que ajude a desacelerar.

• Evite permanecer na cama trabalhando, lendo e-mails, assistindo TV. Reserve este momento para atividades que provoquem relaxamento. Deite-se somente quando estiver com sono.

• Evite alimentos pesados e bebidas com cafeína:  faça refeições leves até duas horas antes de deitar. Não tome café, energéticos e chá preto e outras infusões que contêm cafeína à noite.

• Atividade física é uma boa, mas não próximo ao momento de dormir: pratique exercícios com regularidade, mas respeite um intervalo de pelo menos quatro horas antes do horário de dormir.

• Mantenha o local de dormir ventilado, silencioso e escuro. Procure deixar numa temperatura adequada e confortável. Ambientes muito quentes ou frios podem dificultar o início do sono ou provocar despertares durante a noite.

• Verifique seu travesseiro e o colchão, pois a vida útil da maioria deles é de oito a dez anos.

• Evite as bebidas alcoólicas – elas podem causar um relaxamento nas primeiras horas de ingestão, entretanto, ao longo da noite, provocam fragmentação do sono e redução de fases mais profundas de sono. Além disto, o relaxamento do álcool pode agravar o ronco. O tabagismo também prejudica o sono.

• Para aqueles que preferem um cochilo durante o dia, este deve ser curto, no máximo 20